sábado, 3 de dezembro de 2016

E CONTINUAM AS FUGAS DE PRESOS

AMAZONAS 
A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) registrou a fuga de detentos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) regime fechado, localizado no km 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), na madrugada desta sexta-feira (2). O caso é apurado.

A pasta ainda não divulgou o número de presos que conseguiram fugir da unidade prisional.

A fuga de presos aconteceu no pavilhão 1, ala 1, nas celas 5 e 6. Os internos das duas celas serraram as grades, que dava acesso à muralha do local. Houve troca de tiros entre os internos e um policial que estava fazendo guarda na muralha que, em seguida, recebeu apoio de outro policial. Após a troca de tiros, os presos conseguiram fugir utilizando uma teresa (corda feita de lençóis).

A Seap não informou a quantidade de presos foragidos.

SERGIPE
Fuga foi percebida pelos agentes penitenciários no início da manhã. Somente este ano, já houve mais de 50 presos fugiram do Copemcan.

Cinco detentos fugiram do Complexo Penitenciário Doutor Manoel Carvalho Neto (Copemcan) na madrugada desta sexta-feira (2). A unidade localizada no município de São Cristóvão (SE) e a polícia realiza as buscas pelos fugitivos.

A fuga foi percebida pelos agentes penitenciários no início da manhã. Eles estavam no pavilhão 5, onde 489 presos cumprem pena e a capacidade local é para 160 detentos. Somente este ano, já houve mais de 50 presos fugiram do Copemcan.
PIAUI
Utilizando corda improvisada, 17 detentos fogem da penitenciária Irmão Guido. Com uma corda improvisada de tecidos, conhecida como teresa, 17 detentos fugiram da Penitenciária Regional de Teresina Irmão Guido, na madrugada desta sexta-feira (2). Os presos escalaram o muro de aproximadamente 4 metros de altura e tiveram acesso às dependências externas do presídio por volta de 4h. Na parte onde eles pularam, é possível observar que a cerca elétrica- que não está funcionando - ficou danificada. Leandro Oliveira, diretor adjunto de administração penitenciária, explica que para sair da área dos pavilhões, os detentos da cela 10 cavaram um túnel. A fuga contou com presos de mais duas celas que serraram grades para ter acesso ao buraco. 

"Está sendo feito o levantamento dos presos que fugiram, dos possíveis locais onde eles possam estar. Todas as forças de segurança já foram acionadas" explica Oliveira.

Na Irmão Guido existem 470 detentos, mas a capacidade é para pouco mais de 300. Dos presídios do Piauí, este é o menos superlotado, mas mesmo assim já tem quase o dobro de presos para o total de vagas.

Leandro Oliveira explica que a penitenciária está passando por uma ampla reforma que conta com reforço do piso, paredes e teto, troca das telas superiores dos pavilhões para evitar o arremesso de objetos, construção de duas celas de segurança para triagem dos detentos e de um muro cercando o muro já existente do presídio para impedir a aproximação de pessoas do lado externo.

De acordo com a Diretoria da Unidade de Administração Penitenciária da Sejus, desde fevereiro deste ano, a Irmão Guido não registrava fuga. Na última semana, a tentativa de fuga de um preso no presídio foi abortada pelos agentes penitenciários.

Entre os foagidos estão Nilton César da Silva Aguiar (suspeito de matar um policial militar em 2015) e Ericles Gomes da Silva(suspeitos de matar um taxista em 2014). 

Nomes dos foragidos: 1.Felipe Duarte de Oliveira  2. Robson Diego Pereira da Silva  3. Ernandes da Silva Rocha  4. Nilton César da Silva Aguiar  5. Diego Oliveira Soares Lopes  6. Valdemar Gomes Pinho  7. Josiel Cardoso da Silva  8.Jonas Barreto dos Santos  9. Ademir Vieira Barros 10. Francisco Pereira dos Santos Alves  11. Jhone Carvalho da Silva  12.Lailson Gomes da Silva 13. Gedeon Jonatas da Silva  14. Dario Pereira da Silva 15.Raimundo Nonato Soares da Silva 16. Ericles Gomes da Silva  17. Fábio Kelleus da Silva Santos

BAHIA
Na manhã desta terça-feira (02), ao fazer a vistoria das carceragens da delegacia de Brumado, foi dado conta de os presos teriam quebrados os cadeados das celas e alguns con seguiram fugir. Segundo o delegado Dr. Romilson Dourado, ainda está sendo feito o levantamento de quantos custodiados fugiram e a identificação dos mesmo. A reportagem do Destaquebahia está acompanhando tudo e a qualquer momento maiores informações. Atualização: No total quatro presos fugiram; Weslei, Lucas Oliveira, Ricardo Ribeiro e Renê. A polícia já está fazendo diligências no intuito de capturar os foragidos.

Fontes: G1; CBN AMAZONIA; Cidade Verde

(IN)SEGURANÇA PÚBLICA DO BRASIL