domingo, 11 de dezembro de 2016

CHAPA VALORIZAÇÃO SEGUE EM CAMPANHA COMO OPÇÃO PARA QUEM DESEJA MUDAR

Desde que foi lançada, a Chapa Valorização segue em campanha visitando as delegacias da capital e do interior. Em Timon, estiveram há cerca de duas semanas. Nesse momento tive a oportunidade de ouvir do colega Manoel, que concorre a presidência do sindicato, as prioridades de ações para sua gestão, caso eleito.

Gostei das propostas. Alguns pontos me pareceram ousados, mas disso também gostei, pois não os vi como promessas eleitoreiras uma vez que contemplam muito bem nossas necessidades e expectativas, apenas, é verdade, de difícil realização. Mas, quem não quer uma comissão processante formada por seus pares ao invés de uma comissão processante formada quase que na sua maioria por delegados de polícia julgando sozinhos nossas ações/omissões muitas vezes contando ainda com uma posição acovardada daqueles que estão lá representando a categoria. Hora de mudar isso ! Esse é um ponto a ser discutido pela categoria que continua deitada em berço esplendido só reclamando sem nada fazer para mudar a realidade questionada. Se nada tem sido de fácil realização que ousemos então, pois já perdemos muito chão.  Em nada se distanciou o programa de ação da Chapa daquilo que deseja a categoria. Assim analisei depois de ver ponto a ponto. 
    
  
Verificada a composição da Chapa, esta também me agradou. A candidata a vice-presidente eu não conhecia pessoalmente, mas as informações eram boas visto que dela ouvi falar em junho de 2012 através da mídia local da cidade de Açailandia. Na época foi ressaltado os bons serviços da escrivã a frente da Delegacia da Mulher de Açailândia que não dispunha de delegada lá lotada. Jeito de quem quer fazer as coisas acontecerem. Gente que faz! É desse tipo de gente que a policia precisa!

Votar este ano não será tarefa das mais fáceis. Nela vi colegas nos quais votaria de olhos fechados por conhecer o seu caráter e os seus bons propósitos nessa empreitada difícil que será gerir um sindicato inexpressivo para a categoria como se tornou o nosso. Temos um bocado de trabalho pela frente ... 

Hilmar,querido, um abraço ! Pedro, meu irmão, saudades ... 

Sem verificar nada que desabone os colegas ou os impeçam de bem administrar o nosso sindicato (pior do que está não consigo ver ficar!), e considerando o direito que cada um de nós possui de votar e ser votado vejo na Chapa Valorização uma outra opção para quem não se decidiu pela RENOVAÇÃO.

Não desejei duas chapas, esperei tão somente uma que pudesse firme e seguramente acabar com o império reinante daqueles que mais parecem os donos do sindicato, fazendo dele herança que se passa de pai para filho, ou para quem desejar.  Como pode ?! Tem podido porque temos deixado.

Eleição passada houve troca de cadeiras SINPOL x ASPCEMA. Deu que chiou ...como chiou

MAS, CHEGA! Acabemos com o fim desse império. Dia 21 de dezembro de 2016 uma nova diretoria deve ser legitimada pelo voto da categoria, pois se isso não acontecer... só lamento !

Quanto ao fato de haver duas chapas não vejo problema. O problema está na omissão da categoria que fica em casa quando deveria confirmar no voto a mudança que deseja, se é que deseja !  

SORTE LANÇADA !