sábado, 5 de novembro de 2016

Polícia Civil promove ciclo de debates em comemoração ao Dia do Escrivão

A Polícia Civil promoveu nesta sexta-feira (4), no auditório A da Delegacia-Geral, em Belém, um ciclo de debates em homenagem ao Dia do Escrivão, comemorado neste sábado, 5 de novembro. Denominado “II Ciclo de Debates alusivo ao Dia do Escrivão de Polícia Civil”, o evento foi promovido pela Academia de Polícia Civil (Acadepol), em parceria com a União dos Escrivães de Polícia do Estado do Pará (Unepol), com objetivo de atualizar os escrivães sobre conhecimentos e práticas que melhorem o desempenho profissional. A programação contou com palestras sobre vários temas, como “A Polícia Judiciária e o Marco Civil na Internet”, ministrada pela delegada Beatriz Silveira, assessora de inteligência da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas); “Gestão Estratégica”, pela delegada Joseana Falcão, assessora de Planejamento Estratégico da Polícia Civil, e “A Formação do Escrivão de Polícia e os Avanços na Escrivania”, com o escrivão Pedro Sérgio Sapucaia. A delegada Marlise Tourão, titular da Acadepol, informou que o evento proporcionou a capacitação e educação continuada, e também o congraçamento entre os escrivães. “A Academia se sente honrada em promover eventos dessa natureza, oferecendo palestras importantes para essa classe de policiais civis que desempenham um serviço indispensável para a instituição. A intenção é promover posteriormente cursos de gestão, não só para a categoria dos escrivães, mas para todos os servidores, para que o serviço da polícia esteja sempre melhorando”, destacou. Valorização – O escrivão Arnaldino Freitas, diretor da Unepol, ressaltou o trabalho da entidade pela valorização do escrivão. “O objetivo da criação da Associação é valorizar o servidor que desempenha um papel fundamental na Polícia Judiciária. O escrivão é responsável por dar oficialidade a todos os documentos de um inquérito policial. A nossa intenção é destacar a importância desse servidor dentro da Polícia Civil”, completou. Com mais de 20 anos de carreira policial, o escrivão Altemir Pacheco destacou a importância da data para os servidores da instituição. “É uma forma de parabenizar os escrivães nesse dia tão importante, onde lembramos de todos os profissionais que trabalham todos os dias nas Delegacias de Polícia, auxiliando nas investigações e registrando tudo através dos procedimentos policiais. É um momento especial em que nós podemos comemorar a atuação dos profissionais dentro da Polícia Civil”, declarou. O Dia do Escrivão de Polícia foi instituído em 5 de novembro por ser a data de nascimento de Ruy Barbosa, um dos mais renomados escritores e juristas do Brasil.

Fonte: http://www.policiacivil.pa.gov.br/