sábado, 5 de novembro de 2016

Em homenagem ao dia do Escrivão ...


Em reverência ao Dia dos Escrivães da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, comemorado dia 5 de novembro, a Assembleia Legislativa, através do deputado Wancley Carvalho (PV) e do Sindicato dos Escrivães da Polícia Judiciária Civil - Sindepojuc, homenageou os profissionais com moção de aplausos, em sessão solene realizada na noite desta sexta-feira (04), no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour. 

Durante a solenidade, que foi transmitida ao vivo pela TV e Rádio Assembleia, foi exibido um vídeo, elaborado cuidadosamente pelo Sindepojuc, com relatos vividos pelos escrivães Bento Roseno Silva e Aurizeth Gomes Carvalho em homenagem à categoria. “Eternizando atos para que se faça justiça”.

O deputado Wancley, também integrante da Polícia Judiciária Civil, parabenizou os escrivães e ressaltou os 25 anos da fundação do Sindepojuc, que segundo ele, está muito bem representado pela diretoria presidida pelo escrivão Davi Nogueira. 

“Davi é um guerreiro e tem mostrado a que veio. Sempre nos procura para discutir melhorias profissionais e condições de trabalho. Também quer elevar cada vez mais a autoestima dos profissionais, tanto que nos propôs esta solenidade, em homenagem aos incansáveis profissionais, que mesmo em condições adversas, honram o compromisso com a sociedade. Isso nos orgulha muito”, destacou o parlamentar, ao acrescentar que ficou surpreso com o outdoor colocado pelo sindicato na Avenida do CPA em homenagem aos escrivães de Mato Grosso.

Da mesma forma, Davi Nogueira agradeceu a presença dos colegas e destacou o empenho de cada no exercício da função. Em seu discurso, ressaltou a luta do sindicato frente às questões junto ao governo do estado, é o caso do escalonamento dos salários e pagamento da Revisão Geral Anual – RGA. Também assegurou a importância da criação da Câmara Setorial Temática – CST, de autoria do deputado Wancley, para propor autonomia financeira e administrativa às polícias civil, militar, Corpo de Bombeiros e Politec. Destacou os investimentos que vêm sendo feito em campanhas publicitárias e comunicação social, para apresentar o trabalho da categoria à população. 

“Tenho certeza que o reconhecimento profissional vai melhorar, significativamente, a autoestima dos escrivães. Estamos lisonjeados por essa homenagem que recebemos pela primeira vez. O sindicato avança em diversas frentes, a luta pelo pagamento dos salários e melhores condições de trabalho são prioridades do sindicato”, disse Davi.

Na oportunidade, o delegado Geral da PJC/MT, Rogério Modelli, destacou a carreira do escrivão e os avanços registrados nos últimos anos, como a informatização do sistema. Reconheceu a necessidade de aumentar o efetivo da corporação e o trabalho do Sindepojuc, entidade que ajuda a propor melhorias ao sistema. “Por isso, a Assembleia Legislativa realiza uma homenagem muito justa”.

Com 28 anos de serviços prestados, o vereador eleito por Cuiabá e delegado Marcos Veloso disse que essa foi a primeira vez que viu os profissionais escrivães serem homenageados. “É uma categoria que é o equilíbrio de forças entre a gestão operacional exercida pelo delegado de polícia e a atividade de ponta dos investigadores. Toda atividade policial passa pelo serviço do escrivão. É uma homenagem justa!”, afirmou, ao manifestar gratidão e garantir empenho na luta da categoria.

O escrivão Rosan Santos, atualmente, assessor chefe de gabinete do secretário adjunto de Inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública, também destacou os avanços e a importância da divulgação do trabalho do escrivão. 

Feliz com a homenagem, Olga Eliane Pinto Santos, chefe do cartório da 1ª Delegacia Central de Rondonópolis, participou da fundação do Sindepojuc. “É uma honra esse reconhecimento porque realizamos um trabalho dinâmico nas delegacias em benefício da sociedade”.

Além dos escrivães de Cuiabá e interior, também participaram os diretores do Sindepojuc, Fagner Fernandes e Oziel Araújo. E o secretário adjunto de Inteligência, Gustavo Garcia Francisco, representando o secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas.

Fonte: www.informanews.com.br