segunda-feira, 1 de agosto de 2016

TUDO COMO DANTES NO QUARTEL DE ABRANTES


O Sindicato dos Policiais Civis-SINPOL/MA participou na última quinta-feira, 28/07, da audiência de conciliação, marcada pelo desembargador José de Ribamar Castro. A audiência ocorreu na sala das Sessões Cíveis, no Tribunal de Justiça, e contou com a presença do presidente do sindicato, Heleudo Moreira, o assessor jurídico, José Cavalcante de Alencar, o subprocurador geral do Estado Francisco das Chagas, o procurador geral, Rodrigo Maia, e o procurador do Estado, Vanderley Ramos, que representou o secretário de segurança pública e a secretária de planejamento e orçamento.
Apesar das várias tentativas do SINPOL-MA de mediar um acordo, não houve nenhuma proposta apresentada pelo Governo do Estado, sendo assim, não havendo conciliação.
Para Heleudo Moreira, o momento será de enfrentamento e de continuar recorrendo à luta, já que o dialogo não tem obtido resultados.“É lamentável que durante uma audiência de conciliação nenhuma proposta seja apresentada, apenas ouvimos do procurador Rodrigo Maia, que o Estado está no cenário de crise, mas que essa desculpa não corresponde com a atual situação do Maranhão. Pelo contrário, foi contestado a ele e comprovado que o nosso Estado está em equilíbrio de suas despesas e arrecadações. O SINPOL-MA, já participou de 17 audiências desde 24/09 de 2015, mesmo assim, com mais esta audiência não tivemos nada de concreto para evoluir”, disse Heleudo Moreira, presidente do SINPOL-MA.