quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Brasil tem 6,5 homicídios por hora, aponta Mapa da Violência

Em 2014, país teve 57 mil assassinatos registrados.


O Brasil registrou 57 mil homicídios em 2014, aponta um estudo coordenado pelo professor e sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, diretor de pesquisa do Instituto Sangari e coordenador da Área de Estudos sobre Violência da Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (FLACSO). O dado corresponde a 6,5 assassinatos por hora.

Os números foram adiantados pelo Profissão Repórter, da TV Globo. Veja os destaques do estudo:

- O Brasil teve 29 homicídios para cada 100 mil habitantes em 2014.

- São Luís, no Maranhão, foi a cidade mais violenta do país, com 90 homicídios para cada 100 mil habitantes.

- Alagoas foi o estado mais violento para a população negra. A cada 13 vítimas de homicídio, 12 eram negras.

Mortes por armas de fogo

Nesta quinta-feira (25), Waiselfisz divulgou o Mapa da Violência 2016. Nele, o pesquisador detalha os homicídios cometidos por armas de fogo no país, que somaram 42.291 casos em 2014, ou 21,2 para cada 100 mil habitantes. Em 2004, essa taxa era de 20,7.

"Ficou evidente, nesse estudo, o progressivo, sistemático e ininterrupto incremento das taxas de homicídio por arma de fogo", escreveu o pesquisador. Veja os destaques:

- Fortaleza (CE) foi a capital com maior taxa de homicídios por armas de fogo em 2014, com 81,5 vítimas a cada 100 mil habitantes.

- Recife (PE), que em 2004 liderava a lista, caiu para a 13ª posição. A taxa de homicídios por arma de fogo na cidade caiu de 77,8, naquele ano, para 35,8 em 2014.

- Boa Vista (RR) foi a capital com a menor taxa de homicídios por arma de fogo em 2014, com 9,1 para cada 100 mi habitantes.

- Alagoas foi o estado com maior taxa de homicídios por arma de fogo em 2014, com 56,1 mortes para cada 100 mil habitantes.

- O estado do Rio de Janeiro, que em 2004 liderava a lista, caiu para a 15ª posição. A taxa no estado caiu de 47, naquele ano, para 21,5 em 2014.

- Santa Catarina foi o estado com menor taxa de homicídios por arma de fogo em 2014, com 7,5 mortes para cada 100 mil habitantes.

Saiba mais:  CLICANDO AQUI

Piauí registra 4º maior aumento de mortes por armas de fogo do Brasil

O Piauí apresentou, em 10 anos, o 4º maior crescimento na taxa de mortes por armas de fogo em todo o país. Segundo o Mapa da Violência 2016, divulgado nesta quinta-feira (25), em 2004 o estado registrou 131 mortes por armas de fogo. Em 2014, foram 454 homicídios. A variação foi de 246,6%. 

À frente do Piauí, ficaram apenas os estados do Rio Grande do Norte (445,1%) e os vizinhos Maranhão (367%) e Ceará (314%). Em números absolutos, o estado com a maior quantidade de mortes foi a Bahia, em 2014, com mais de 4,4 mil homicídios a tiros. 

Os estados que tiveram redução em seus índices foram o Espírito Santo (-2,5%), Minas Gerais (-5,5%), Mato Grosso do Sul (-22,7%), Pernmabuco (-32,5%), Rio de Janeiro (-47%) e São Paulo (-57%). 

Teresina 

Enquanto o estado ocupa o 22º lugar do país em taxas de mortes por 100 mil habitantes, Teresina está na 12º posição, segundo o Mapa, que traz dados de 2014. 

A capital piauiense ocupou a mesma colocação quanto ao crescimento do índice, sendo a 4ª com maior aumento nas mortes por armas de fogo em 10 anos, apresentando uma taxa de aumento de 220,4%. Em 2004 foram 97 homicídios e em 2014, 346. 

Lideraram o ranking negativo as cidades de Natal (441%), São Luís (344%) e Fortaleza (342%), acompanhando seus estados

Fonte: http://cidadeverde.com/