sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Túnel de 20 metros com iluminação e ventilação seria usado na fuga de 150 presos da Irmão Guido


TERESINA(PI) - Durante uma ronda no final da manhã de hoje (4), agentes penitenciários flagraram uma tentativa de fuga na Penitenciaria Regional “Irmão Guido” em Teresina. Um túnel de aproximadamente 20 metros foi encontrado, cerca de 25 presos estavam tentando fugir no momento. 

Segundo o diretor administrativo do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, o número de fugas poderia ter sido maior, já que durante o banho de sol todas as celas do pavilhão B estavam abertas, totalizando uma quantidade de 150 detentos que poderiam ter tido acesso ao túnel.

O túnel foi localizado nas celas 11 e 12, com uma profundidade de 4 metros, a rota de fuga tinha ainda um outro túnel para ventilação e ao longo do percurso foram encontrados ventiladores e iluminação para auxiliar os presos durante a fuga.

Para Kleiton Holanda a estrutura do presídio facilita as tentativas de fuga. "A Irmão Guido é frágil em toda sua estrutura, desde a construção. O chão é úmido e não requer quase nenhum esforço para eles", afirmou.

O diretor administrativo do Sinpoljuspi informou ainda que durante a vistoria foram encontradas diversas barras de ferro, que teriam sido arrancadas da estrutura do presídio e que foram utilizadas na escavação do túnel.

"Eles arrancam da estrutura das paredes. Na vistoria encontramos também um aparelho celular e carregador, havia chamadas e mensagens registradas na data de hoje", informou Kleiton Holanda.

O agente informou ainda que toda a categoria teme uma rebelião. "Temos receito de que aconteça uma rebelião, a falta de estrutura é muito grande. A segurança é feita com as próprias armas dos agentes, somos nós que custemos até as munições", ressalta.