quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Polícia Civil apresenta autor da morte da ex-namorada preso em Salinópolis(PA)

A Polícia Civil apresentou, na manhã desta quinta-feira, 20, na sede da Divisão de Homicídios, o preso Fabio Junior Nunes Lobo, 33 anos, autor da morte da ex-namorada Yasmim Jessica de Jesus Ferreira, 22. Mototaxista de profissão, ele foi preso, na noite de ontem, por uma guarnição da Polícia Militar, em uma barreira de fiscalização, na saída no município de Salinópolis, nordeste paraense. Após ser preso, ele foi conduzido, inicialmente, à Delegacia de Salinópolis, e depois transferido para Belém, para ser ouvido em depoimento pela delegada Cristina Esteves, que preside o inquérito da morte de Yasmim. Fábio Lobo confessou o crime, alegando que matou a vítima a facadas motivado por ciúmes. Ele foi autuado em flagrante por homicídio doloso. Conforme a delegada Cristina Esteves, a equipe da Divisão de Homicídios já tinha informações de que ele estaria em Salinópolis. 

A informação foi compartilhada com a equipe da Delegacia local, sob comando da delegada Priscilla Naiatte, e com a PM, que passou a fazer barreiras na entrada da cidade para tentar deter o acusado. Após diversas abordagens na estrada, os policiais militares abordaram o carro onde estava Fábio Junior e o irmão dele, que conduzia o veículo. De imediato, Fábio Junior foi levado para a Delegacia de Salinópolis, onde permaneceu por pouco mais de uma hora, até ser conduzido para Capanema, de onde foi transferido para Belém, por uma equipe de policiais civis do Grupo de Pronto-Emprego (GPE). Em depoimento, o acusado confessou o crime, alegando que perdeu a cabeça, enquanto conversava com a ex-namorada no quarto da casa da avó dela, onde a vítima estava morando atualmente. 

Ele relatou que conviveu com Yasmim durante três anos, que por conta de ciúmes, estava separado dela há dez dias. Disse que teria descoberto o envolvimento amoroso da vítima com um amigo em comum do casal, que seria conhecido de uma academia de ginástica, situada na Cidade Nova. O local era frequentado pela vítima e pelo acusado. O acusado revelou ainda que, na segunda-feira passada, resolveu procurá-la para conversar. Para tanto, afirmou ter ido à casa da avô da vítima e ali ficou esperando a vítima chegar para entrar na casa. Ele admitiu que foi ao local armado com uma faca, alegando que apenas estava com o objeto para "talvez se defender". Disse que, durante a conversa, acabou por perder a cabeça e matou a jovem. 

Após ser autuado pelo crime de homicídio doloso, ele ficará recolhido para responder pelo crime na Justiça. Yasmim Jessica Ferreira, 22 anos, foi morta no início da tarde da última segunda-feira (17), na casa da avó da vítima, localizada na travessa WE-88, bairro Cidade Nova 6. O acusado declinou que, após o crime, fugiu de Ananindeua, usando a própria moto, e tentou ficar na casa de um familiar, que mora em Santa Luzia do Pará, mas não conseguiu. Depois, seguiu até Salinópolis, onde ficou hospedado na casa de um conhecido, até decidir junto com o irmão, que retornaria para Ananindeua, onde procuraria o pai.

Fonte:http://www.policiacivil.pa.gov.br/