segunda-feira, 17 de novembro de 2014

MAIS UMA TENTATIVA DE FUGA NA CASA DE CUSTÓDIA


CASA DE CUSTÓDIA É UMA BOMBA RELÓGIO, DIZ DIRETOR

Cerca de 30 detentos tentaram fugir da Casa de Custódia na noite de domingo (16). Os dententos, todos do Pavilhão F, chegaram a ter acesso ao muro principal, mas a guarda local e a Tropa de Choque evitaram a fuga. Preocupado, o diretor unidade prisional desabafou e disse que o local é uma "bomba relógio".

Para fugir da Casa de Custódia, os presos fizeram um túnel na cela 12 do pavilhão. Segundo a direção da unidade prisional, os envolvidos eram de alta periculosidade e estavam armados com pedaços de ferro. O receio da administração era de que os detentos fizessem funcionários como reféns.

"A quantidade de presos que sai é muito inferior à quantidade que entra na Casa de Custódia. As ocorrências aparecem, mas ainda não houve fuga em massa. Há problemas na estrutura física, de material e humana. Os efetivos são inadequados. É uma herança maldita quem vem se prolongando e que pode acarretar em um sério problema para nossa sociedade. É uma bomba relógio", disse ao Notícia da Manhã desta segunda-feira (17) o capitão Dênio Marinho.

Para o diretor da Casa de Custódia, o Piauí precisa urgentemente de uma nova casa de detenção para presos provisórios. "A Casa de Custódia e a Irmão Guido não suportam mais. A Casa de Custódia ainda é a unidade prisional que consegue manter esses presos de alta periculosidade. Por enquanto, estamos ganhando essa guerra. E quando começarmos a perder?", questinou Dênio Marinho.

A preocupação do capitão se justifica. Somente em 2014 a Casa de Custódia registrou cinco mortes, nove fugas e mais de 15 tentativas.

Fonte: http://cidadeverde.com/