terça-feira, 4 de novembro de 2014

Delegado que 'ostentava' na web é preso por envolvimento com o tráfico


Um delegado de Guarujá, no litoral de São Paulo, foi preso, na noite desta segunda-feira (3), por envolvimento com o tráfico de drogas. De acordo com informações da polícia, Eduardo Wagner atuava em conjunto com traficantes da cidade. Além de Wagner, outras cinco pessoas foram presas durante a operação.

De acordo com informações da polícia, a prisão do delegado foi realizada após uma operação iniciada a partir do momento em que uma escuta telefônica comprovou a ligação dele com o tráfico. A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), da Polícia Civil, com apoio do Batalhão de Ações Especias (Baep) da Polícia Militar e da Guarda Municipal de Guarujá.

Segundo a polícia, Eduardo Wagner tinha o hábito de postar imagens ostentando bens nas redes sociais. De acordo com informações da Polícia Civil, na casa de um casal preso durante a operação foram apreendidos cerca de R$ 10.260, celulares, notebooks, agendas telefônicas, extratos bancários e várias armas.

De acordo com informações obtidas, em uma das escutas, uma pessoa que foi identificada como o delegado Eduardo Wagner, é flagrada dizendo para um criminoso que iria devolver entorpecentes apreendidos em uma operação. Segundo a corregedoria da polícia, a investigação corre sob segredo de Justiça.

Em nota, a Corregedoria da Polícia Civil informa que o delegado Eduardo Wagner Rodrigues foi preso por ser suspeito de integrar um esquema de desvio de drogas na cidade do Guarujá, onde trabalha. Em sua residência, em Santos, também foi cumprido mandado de busca e apreensão. A prisão do delegado faz parte de investigação da Corregedoria sobre o desvio de sete kg de cocaína e 700 gramas de maconha por parte de policiais civis. Sua prisão é temporária e válida por 30 dias.

Fonte: http://g1.globo.com/