segunda-feira, 17 de novembro de 2014

[...]

Certas coisas a gente precisa aceitar  sem bater o pé ou fazer cara feia. Outras, não!