sábado, 18 de outubro de 2014

Acusado de matar mulher há dois anos é preso fumando crack

Chefe de investigação - Hilton Barbosa
José de Holanda Cavalcante Júnior, 31 anos
Uma ação conjunta entre policiais do 1º e 4º Distrito Policial (DP) conseguiu prender José de Holanda Cavalcante Júnior, 31 anos, conhecido como "Jota" na tarde desta sexta-feira (17). A polícia estava cumprindo um mandado de prisão, expedido em 2012 pela juíza Maria Zilnair Coutinho Leal, da 1º vara do Tribunal de Justiça. O mandado pedia a prisão do acusado pela morte de Francisca Oliveira Lima dos Santos, assassinada a facadas. Ele foi preso dentro do Centro Social Urbano (CSU) do Parque Piauí, zona Sul de Teresina, enquanto fumava crack.

A vítima tinha 50 anos e foi morta com duas facadas na praça do mercado público do Parque Piauí em janeiro de 2012. A polícia afirmou na época, porque ela se recusou a vender drogas a um grupo da região. 

O chefe de investigação do 4º DP, informou que ele estava foragido. "Ele morava aqui na região e fugiu na ápoca do crime. Hoje tivemos informações que ele estava de volta no Parque Piauí e efetuamos a prisão". 

O acusado já responde por assalto e tentativa de homicídio.

Durante todo o tempo em que ficou foragido, José de Holanda contou a polícia que trabalhou como flanelinha no bairro de Fátima, zona Leste da capital. "Eu não matei ninguém, quem matou foi outro. E no dia lá do juiz eu vou dizer isso". 

Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes para os procedimentos legais. 

Fonte: http://cidadeverde.com/