segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Prisão de diretor: "Outros nomes virão à tona", afirma secretário da Sejap


O secretário da Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap), Sebastião Uchoa, se pronunciou, nesta segunda-feira (15), sobre a prisão do diretor da Casa de Detenção do Complexo de Pedrinhas (Cadet), Cláudio Henrique Bezerra Barcelos. De acordo com o secretário, logo que a Sejap tomou conhecimento sobre possíveis irregularidades, solicitou à Polícia Civil que instaurasse um inquérito policial.

“A equipe de inteligência da Sejap, juntamente com a Polícia Civil, vinha investigando alguns casos de irregularidades sendo cometido, em tese, pela direção da Casa de Detenção e por alguns servidores penitenciários que ainda virão à tona os nomes”, explicou o secretário Sebastião Uchoa.

De acordo com o secretário, o resultado das investigações preliminares resultou na prisão preventiva do diretor, mas, segundo o Uchoa, as investigações continuarão por parte da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic) e terão outros desfechos. O mais coerente agora é esperar o fim das investigações para saber até que ponto vão as irregularidades.

“Mas serve de exemplo para outras situações, pois a lei é igual para todos e nós não vamos tolerar, em momento algum, qualquer tipo de postura que venha macular nosso trabalho”, defendeu o secretário da Sejap.


"O diretor foi preso na sede da Casa de Detenção, em Pedrinhas, e conduzido para a sede da Seic, onde confessou os crimes durante o depoimento. Ele ficará à disposição da Justiça. As investigações continuarão, segundo o delegado, para tentar descobrir se mais funcionários estão envolvidos nessa prática"

- Corrupção passiva, prevaricação e facilitação de fuga - A indignação que não acaba nem fica pouca tem alimento diário, fatos como esses são realmente de enojar qualquer um ... Em se comprovando a veracidade do fato, que se puna ... Péssimos exemplos precisam ser definitivamente banidos! 

Fonte: http://imirante.globo.com/