quinta-feira, 28 de agosto de 2014

SPCI PRENDE QUADRILHA ESPECIALIZADA EM FURTO DE COMBUSTÍVEL


A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) deflagrou uma mega operação nos municípios de Cantanhede e Pirapemas, no começo da manhã desta terça-feira (26), com o intuito de prender uma quadrilha especializada em furto de combustível. 

Com o apoio da Superintendência de Policia Civil da Capital (SPCC); Departamento de Narcóticos (DENARC); Grupo Tático Aéreo (GTA) e ainda das Regionais de Itapecuru, Chapadinha, Caxias, Viana, Bacabal, Rosário e Timon, a SPCI deu cumprimento a 25 mandados de prisões e de buscas e apreensões naqueles municípios.

A ação resultou na prisão de dezoito pessoas e ainda, na apreensão de dois mil litros de combustível; três revolveres calibre 38, cinco espingardas, sendo uma de calibre 12, uma calibre 20 e três bate bucha; seis motocicletas; um veículo Kombi e um Fiat Uno. “O resultado positivo da operação reflete o trabalho competente da polícia de combate à criminalidade no interior do estado”, frisou Jair Paiva. 

Foram presos, Samuel Felipe dos Santos Cueiro; Marloni Campelo Silva; Gerson Campelo da Silva, Carlos Alberto Teixeira; Jessica Bruna Barbosa Teixeira; Joaquim Caldas Ferreira da Silva; Ivaldo Mendes da Silva; Oseas Araújo Dias; José Domingos Campelo; Flávio de Jesus; Lameckison Jorge Lima; Nilo Francisco da Conceição; José Frazão Alves; Pedro Diniz da Silva; José Lima; Antônio Candido Alves; Raimundo Nonato Veras; José de Ribamar da Silva. Os suspeitos foram autuados pelo crime de associação para o crime; furto e receptação; ambos permanecem na Regional de Itapecuru à disposição da justiça. 

Com base nas investigações policiais, a quadrilha furtava o combustível de um trem da Companhia Ferroviária do Nordeste - Transnordestina que seguia com o produto para distribuição em Teresina. O trem faz o trajeto pela linha de ferro por dentro do centro de Cantanhede. Os suspeitos enchiam os galões e dispersavam pelo caminho, onde outros comparsas faziam o recolhimento e revenda do produto. 

Jair Lima de Paiva Junior
De acordo com o Superintende da SPCI, Jair Paiva, o combustível furtado vinha na forma bruta e era diluído para a distribuição. o delegado informou ainda, que a comercialização ilícita ocorria nos municípios de Cantanhede, Pirapemas, Miranda e Arari. 

Conforme explica o superintendente, as investigações, que duraram cerca de dois meses, foi coordenada pelo Delegado Carlos Damasceno, titular da Delegacia de Miranda, o qual representou o pedido de prisão dos integrantes da quadrilha para comarca de São Matheus. 

Na operação, foi preso ainda, Ivaldo Mendes da Silva. O homem portava um revolver calibre 38 e vários litros de combustível em seu automóvel. Ele foi encaminhado para Regional de Itapecuru, onde foi autuado pelo crime de ordem econômica e posse ilegal de arma.

Fonte: https://www.ssp.ma.gov.br