terça-feira, 12 de agosto de 2014

Polícia registra mais de 200 homicídios em Teresina no 1º semestre


A Delegacia de Homicídios divulgou na tarde desta terça-feira, os dados estatísticos referentes ao homicídios registrados em Teresina no primeiro semestre de 2014. Os números mostram que foram registrados 210 assassinatos e 11 latrocínios, entre os meses de janeiro e julho, com 90 efetuadas. 

O coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco das Chagas Santos Costa, o Barêtta, diz que os três primeiros meses do ano foram os mais violentos, principalmente na zona Sul da capital, que registrou 72 homicídios em seis meses.

Nesse mesmo período, foram registrados no Centro de Teresina sete homicídios, tendo destaque os crimes praticados contra moradores de rua. "Tais ocorrências foram investigadas e elucidadas, tendo também sido foco de operações da Delegacia de Homicídios, que elucidou mais uma centena de casos, alcançando resolutividade acima dos 80% ", disse Barêtta. 

del. Barêtta
Segundo o delegado, a unidade enfrentou a missão de elucidar crimes bárbaros com grande repercussão. "Mesmo assim, tivemos um saldo positivo, fruto de equipes especializadas no atendimento dessas ocorrências e empenho dos delegados daquela unidade. Infelizmente, somente a polícia é cobrada. Após elucidarmos os crimes, os casos caem no esquecimento”.

Entre os casos de grande repercussão listados pela delegacia em seu balanço está o do morador de rua, Jackson Costa Alves, assassinado por Carlos Antonio Araújo, o Cigano, ocorrido em janeiro. A investigação culminou com a prisão do acusado, em plena luz do dia na Praça da Bandeira.

Outro crime solucionado pela delegacia é o da Travesti Fernandinha, morta em janeiro na Vila Irmã Dulce. O acusado, Francisco Fábio Rodrigues, conhecido como Nego Fábio, usou uma pedra de 20kg para esmagar a cabeça da vítima após ter desferido vários socos, pontapés e pauladas.

Barêtta ressalta que em muitos casos resolvidos pela delegacia, o acusado já tem passagem pela polícia. Ele cita o caso do homicida Paulo Sérgio Gomes dos Santos, acusado de matar Felipe Marques de Araújo, no final de janeiro deste ano. "Paulo Sérgio Santos é considerado um dos maiores homicidas da região do Morro da Esperança e um dos chefes do tráfico de drogas local. Ele me relatou, de forma audaciosa, que quando for solto vai continuar matando".

Um dos casos finalizados, recentemente, foi o desaparecimento de Maria da Cruz Ribeiro, moradora da Vila Irmã Dulce. Com coletas de amostras de D.N.A, a polícia descobriu que uma ossada humana encontrada na região era da vítima. O depoimento de uma testemunha, que inclusive ajudou na ocultação da cadáver, confirmou a autoria do homicídio pelo companheiro da vítima, Francis Klebert e finalizou o inquérito. Está sendo aguardada agora o pedido de prisão preventiva do acusado.

Nos próximos dias, a Delegacia finaliza mais um procedimento com a prisão do acusado de estuprar e matar Gerciane Pereira de Araújo em abril. O corpo da mulher foi encontrada nos trilhos de metrô de Teresina, coberto por golpes de faca, com as partes íntimas retiradas e colocadas na boca vítima. O mandado de prisão foi expedido e o serviço de inteligência da polícia já trabalha na localização do homicida.

Relação de homicídios por mês:

Janeiro – 39
Fevereiro – 27
Marco – 33
Abril – 27
Maio – 26
Junho – 30
Julho – 28

Relação de crimes por zona de Teresina:

Centro - 34
Zona Sul – 72
Zona Norte – 60
Zona Leste - 48
Zona Sudeste – 34

Fonte: http://cidadeverde.com/