sábado, 26 de julho de 2014

SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA SE REÚNE COM DELEGADOS PARA TRAÇAR NOVAS ESTRATÉGIAS


Estreitar as relações de todo o corpo do sistema de Segurança Pública, colocar em prática as demandas discutidas nas reuniões, enfatizar a integração das forças policiais e organizar operações de combate à violência em todo o estado, foram alguns dos assuntos em reunião do secretário de Estado de Segurança Pública, delegado Marcos Affonso Junior, com os delegados regionais, O encontro aconteceu na manhã desta sexta feira (25) no auditório da SSP. 

Presentes ainda, a delegada geral da Polícia Civil do Maranhão, Maria Cristina Resende Meneses; o subdelegado geral, Augusto Barros Neto; o superintendente de Polícia Civil do Interior, delegado Jair Lima de Paiva Junior; e o chefe do Departamento de Inteligência da SSP, José Nilton.

Para o secretário de Segurança, delegado Marcos Affonso, uma reunião dessa natureza fortalece pontos importantes para colocar em prática determinadas ações que estão sendo pautadas, e assim possibilitar um estreitamento das relações entre as polícias do interior e da capital, no repasse de informações e no planejamento estratégico de combate a violência. 

“Um dos pontos relevantes destacados na reunião foi a integração das forças policiais. Isso tem ajudado no combate a criminalidade. É sempre bom ter a força da Polícia Militar ajudando a Polícia Civil, pois nós trabalhamos em prol da sociedade e, desta forma, conseguimos cumprir o papel que é dar tranquilidade a população maranhense”, enfatizou Marcos Affonso.

Segundo a delegada geral Cristina Meneses, para melhorar a segurança pública é preciso somar esforços e unir as forças que formam o sistema de Segurança. Ainda segundo ela, outro fator importante é organizar e otimizar os trabalhos, principalmente na troca de informações entre as polícias. “Essa iniciativa do delegado Jair Paiva, Essa troca pode ajudar bastante nas investigações de crimes”, ressaltou. 

O delegado Jair Paiva, superintendente do Interior, pontuou a reunião como uma nova forma de atuar e estreitar as relações entre a Polícia Civil. Para ele, a relação entre as polícias possibilita uma resposta rápida no combate a criminalidade. Ainda segundo ele, é importante ressaltar o trabalho e as operações que estão sendo deflagradas.

Durante o encontro, o subdelegado geral, Augusto Barros, disse que essa integração tem dado resultado satisfatório tanto para as polícias Civil e Militar, pois somar forças é possível traçar um mapa geográfico das regiões com maior índice de criminalidade. “Essa reunião serviu para organizar e deflagrar mais operações”, frisou.

FONTE