sexta-feira, 11 de julho de 2014

Detento foge na hora do desembarque

SANTARÉM(PA) - Um detento “driblou” um policial militar e um agente prisional e, mesmo algemado, conseguiu fugir no momento em que desembarcava no Aeroporto Maestro Wilson Fonseca, na manhã de ontem, em Santarém, cidade no oeste paraense. As informações são da Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), que informou ainda que o fugitivo correu para uma área de mata próxima ao aeroporto, sendo que o PM e o agente prisional chegaram a efetuar tiros de advertência.O preso estava sendo levado a uma audiência em Santarém. Ele é custodiado do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará II, na Região Metropolitana de Belém

A Susipe, por meio de nota, disse que vai apurar o caso. Quanto às circunstâncias em que ocorreu a fuga, ainda de acordo com a nota, o transporte de detentos para participação em audiências acontece todos os dias e é um direito que consta na Lei de Execuções Penais. No caso, os presos são sempre acompanhados de policiais militares e agentes prisionais.

Uma das testemunhas da fuga, o major PM Jorge Melo, que também é diretor do Presídio estadual Metropolitano, que acompanhava o transporte do detento, mencionou que a fuga teve como causa o fato de a viatura da polícia não ter, supostamente, tido acesso à área da pista do aeroporto em Santarém, ao contrário, segundo ele, do que acontece em Belém. “Precisamos, junto com o preso, fazer um longo deslocamento até a viatura, quando saimos do avião. Foi a primeira vez que aconteceu um fato dessa natureza comigo”, informou o militar.

Por outro lado, a viatura da Susipe, de acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), estaria estacionada cerca de 50 metros distante da aeronave, de acordo com as normas do Plano Nacional de Segurança da Aviação Civil, no que se refere a embarque e desembarque de passageiros sob custódia.

Fonte: http://diariodopara.diarioonline.com.br/