sexta-feira, 11 de julho de 2014

Cabo do Exército é preso acusado de passar informações para traficantes



TERESINA(PI) - Um cabo do Exército foi preso na Operação Boreas, da Polícia Civil, acusado de passar informações privilegiadas para traficantes da zona Norte de Teresina (PI). Oito pessoas foram detidas na ação, deflagrada nesta sexta-feira (11).


Ronilson Ferreira de Carvalho é lotado o 2º Batalhão de Engenharia e Construção (2º BEC) e filho de um cabo da Polícia Militar do Piauí. De acordo com as investigações, Ronilson se aproveitava do convívio com o pai e seus colegas de trabalho para obter informações sobre ações da PM na zona Norte.

De acordo com o delegado Kleidson Ferreira, não há provas de que o pai do cabo tenha colaborado para fornecer tais informações. Ronilson foi transferido para o 25º Batalhão de Caçadores (25º BC).

"Ficou comprovado através das investigações realizadas que o Ronilson, através do convívio familiar e com as pessoas com quem o pai dele conviva, ele estava repassando informações da Polícia Militar na região", disse o delegado em coletiva de imprensa.

As informações eram passadas pelo Cabo Ronilson aos irmãos Arrhenios e Raimundo Oliveira Veras, presos hoje com suas esposas, Vyrna Melo Brainer e Francisca Raquel de Sousa Santos. 

"Eles dois eram os que realmente comandavam essa organização criminosa. Eles eram considerados boqueiros de porte médio que ainda distribuiam para terceiros", acrescentou o delegado.

Em outra casa na zona Norte, foram presos Kallynca Cassia Ferreira Costa Araújo e Daniel Roberto de Vasconcelos Silva. Nas duas casas, havia circuito de TV para monitorar a chegada de pessoas e da polícia. 

Já no bairro São Cristóvão, zona Leste, foi preso Francisco da Silva Alves. Além da suspeita de tráfico de drogas, ele foi pego com cinco identidades falsas, quatro apenas dele, o que o fará ser indiciado também por falsificação de documentos. 

A Operação Boeras foi batizado com o nome da mitologia grega que significa "vento norte", alusivo a região de atuação dos envolvidos - bairros Poty Velho, Mocambinho e Santa Maria da Codipi, na zona Norte da capital. Cerca de 70 policiais civis participaram da ação. 

Foram cumpridos 13 mandados de busca de apreensão, seis de prisão preventiva e dois de prisão temporária (Raquel e Ronilson). 

Fonte: http://cidadeverde.com/