domingo, 13 de julho de 2014

ALEMANHA : vitória e legado no Brasil da COPA de 2014.

Enquanto o governo brasileiro gastava o dinheiro do povo para entregar estruturas pomposas para seleções, construindo elefantes brancos e enriquecendo ainda mais a Fifa com o absurdo das isenções bilionárias de impostos, entregando obras superfaturadas e outras que nem se quer foram concluídas…

…uma seleção veio ao Brasil, construiu o seu próprio centro de treinamento em Santo André, distrito de Santa Cruz Cabrália, no extremo sul da Bahia, e detalhe, com recursos próprios. Deu exemplo de comprometimento e foco. Doaram recursos financeiros para aquisição de ambulâncias para a comunidade indígena Tapaxó e pelo período de 3 anos promoverão doações para a Escola da Vila de Santo André e construíram um campo de futebol especificamente para a comunidade local. Essa é a seleção da Alemanha, aquela que é a responsável pelo legado mais bonito, ou talvez o único digno de orgulho desta Copa. Exemplo para os pomposos jogadores brasileiros, para o governo brasileiro, e sobretudo para o povo brasileiro.

O diretor administrativo da Federação Alemã, Georg Behlau, afirmou que as doações foram uma forma de ajudarem e deixarem uma marca da passagem deles na Bahia.


Com 14 casas coletivas de dois andares com vista para o mar, 65 quartos, área de convivência e piscina de 700 metros quadrados, em aproximadamente 15 mil metros no litoral baiano, o Campo Bahia – atual centro de concentração da seleção alemã – vai virar empreendimento turístico após a Copa.

Foi construído com o apoio do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), presidido por João Dória Jr., em parceria com uma associação de empresários alemães. Foi concluído em apenas cinco meses de trabalho.

Localizado na vila de Santo André, próximo a Porto Seguro, o Campo Bahia auxilia na gestão de resíduos sólidos, com suprimento de água potável, além de contribuir com tecnologia da informação para o desenvolvimento das escolas da região.

Após a Copa do Mundo, o campo de treinamento será transformado em um empreendimento para o turismo brasileiro. Entre outros projetos, a ideia é que o estabelecimento integre uma escola internacional de hotelaria, que atraia investidores internacionais e visibilidade.

http://www.economyflat.com.br/