quinta-feira, 26 de junho de 2014

SIAGESPOC NA LUTA!!!




Sindicato dos Investigadores e dos Agentes da Polícia Civil (Siagespoc) 

Os investigadores da Polícia Civil de Mato Grosso receberam do deputado estadual Mauro Savi, na quarta-feira (25), o comprometimento na luta para a reestruturação salarial da categoria. Savi recebeu uma comissão desses policiais que querem, em síntese, o atrelamento do salário dos investigadores ao dos delegados.

As conversas entre a categoria e Mauro Savi já haviam começado há cerca de dez dias e, nesse período, o deputado pôs seu gabinete à disposição dos policiais, já intervindo inclusive junto ao Governo, solicitando abertura de diálogo entre o Sindicato dos Investigadores e dos Agentes da Polícia Civil (Siagespoc) e a Secretaria de Estado de Administração (SAD).

“Ganhamos aqui o apoio do deputado Mauro Savi e de toda a bancada para que o governo mande para a Assembleia Legislativa essa proposta que nos contemple, pois já sentamos com a SAD, já cedemos e os números precisam ser arredondados e enviados para o Legislativo dentro do prazo legal, que se expira no próximo dia 30 de junho”, frisou o presidente do Siagespoc, Aníbal Marcondes Fonseca.

Os investigadores, a princípio aguardariam até o mês de novembro para reivindicar a reestruturação salarial da categoria, mas devido à abertura do próprio governo para renegociar com os delegados, que obtiveram reajuste de 42% há cerca de dois meses, o Siagespoc decidiu reivindicar do Estado, tratamento igual.

“Nada mais justo do que valorizarmos a carreira desses investigadores que ajudam no combate à criminalidade no nosso Estado. Já estamos intervindo, pedindo que o Governo priorize essa negociação para que a categoria seja atendida até o prazo limite do dia 30”, apontou Savi.

Conforme fez questão de argumentar Aníbal Marcondes, a ideia do Siagispoc não é se igualar à categoria dos delegados e sim “estabelecermos um percentual com o salário dos delegados de polícia, daí a importância do apoio do deputado Mauro Savi e dos demais parlamentares”.



Atualmente um delegado da Polícia Civil, em início de carreira, conforme comparou Marcondes, recebe um salário mensal de que gira em torno de R$ 16 mil, enquanto que um investigador ganha cerca de R$ 3,1 mil. Caso a proposta do Siagespoc seja acatada pelo governo, um investigador passaria a receber algo em torno de R$ 6 mil por mês.

A princípio, o governo tem alegado que a maior dificuldade é justamente o impacto na folha de pagamento, que seria algo em torno de 30%. “Mas cedemos e foi baixado para 28% e agora só estamos dependendo do Conselho e Desenvolvimento Econômico (Condes), vinculado à SAD”, completou o sindicalista.

Mauro Savi, primeiro-secretário da Assembleia Legislativa garantiu que, tão logo a proposta do governo tratando da reestruturação salarial dos investigadores chegue à Assembleia, a matéria terá prioridade junto à Mesa Diretora e à bancada do PR, liderada por ele.

Fonte: http://www.expressomt.com.br/