segunda-feira, 9 de junho de 2014

Padrasto é detido sob a suspeita de estuprar e matar enteada no Piauí

Vítima é uma menina de apenas 1 ano e 5 meses e foi abusada. Crime chocou a população da cidade de Fronteiras, Sul do Piauí.

Um adolescente de 17 anos foi detido sob a suspeita de estuprar, esganar e matar a própria enteada de apenas 1 ano e 5 meses na cidade de Fronteiras, Sul do Piauí. Segundo a polícia militar, o crime aconteceu na tarde desse domingo (8) e após as agressões o padrasto ainda teria levado a menina ao hospital, mas ela já estava sem vida. Médicos que atenderam a criança resolveram acionar a polícia depois que constataram marcas de agressão e sinal de abuso sexual.

De acordo com o tenente da PM Gilson Xavier, por volta das 17h o adolescente chegou ao hospital com a criança. “Fomos ao hospital assim que o médico que atendeu a menina constatar que ela tinha lesões pelo corpo, inclusive nas partes íntimas e daí ele suspeitou que a criança tivesse sido abusada”, contou o policial.

A mãe da menina estaria trabalhando quando o crime aconteceu.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Lega (IML) de Teresina e após exames ficou constatado o estupro e esganadura.

Uma equipe da Força Tática esteve até a casa do adolescente por volta das 20h e ele já se preparava para fugir quando foi apreendido. Para a polícia, o padrasto da criança é o principal suspeito. “Em depoimento ele inicialmente negou ser autor das agressões, mas depois disse que teria chegado em casa embriagado e bateu na enteada”, relatou ainda o tenente.

Uma avó da menina esteve em Teresina para providenciar a liberação do corpo. O crime chocou a população de Fronteiras.

 Fonte: http://g1.globo.com/