segunda-feira, 30 de junho de 2014

Alagoas tem maior número de jovens assassinados no Brasil, diz pesquisa

Foram 138 homicídios a cada 100 mil habitantes em 2012. Dados são do "Mapa da Violência 2014. Os jovens do Brasil".


O estudo "Mapa da Violência 2014. Os jovens do Brasil", trouxe Alagoas mais uma vez à frente dos demais estados brasileiros em relação ao número de homicídios, dessa vez de jovens com idade entre 15 e 29 anos em 2012. Foram 138,3 mortes a cada 100 mil habitantes, como mostrou a reportagem do Fantástico na noite deste domingo (29)

De acordo com o secretário de estado da Defesa Social, Diógenes Tenório, há policiamento nas ruas para combater o crime, mas faltam políticas públicas em favor dos jovens. O secretário admitiu ter medo da violência desenfreada no estado. "Essa é a realidade, se você quer saber. Eu tenho medo que a minha própria família seja vítima de um negócio desses [crime de homicídio], de perder um dos membros [da família] porque os marginais estão à solta", revelou o secretário em entrevista ao Fantástico.

Os estados do Espírito Santo e do Ceará aparecem como segundo e terceiro estados do país com a maior média de assassinatos de jovens, mas ainda com um número menor que o registrado em Alagoas: 101,7 e 94,6 homicídios a cada 100 mil habitantes respectivamente.

Para Julio Jacobo Waiselfisz, Coordenador da Área de Estudos da Violência da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) e responsável pelo estudo realizado em parceria com Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americano (Cebela), as taxas de homicídio em Alagoas são alarmantes. "Não têm equiparação na história do país", revela.

Em maio, uma prévia do estudo havia revelado uma redução de 10,4% no número médio de homicídios entre a população geral quando comparados os anos de 2011 e 2012. Essa diminuição, entretanto, não foi capaz de retirar do estado a marca de unidade da federação com a maior média de assassinatos no país: 64,6 assassinatos a cada 100 mil habitantes.

O mesmo estudo divulgado há quase um ano mostrou que, em 2011, houve 950 assassinatos de jovens em Alagoas. O estudo trazia também dados de 2001, quando foram contabilizados 336 assassinatos. A média anual por grupo de 100 mil habitantes aumentou 185,6%, saindo de 54,8%, em 2001, para 156,4% naquele ano.

Fonte: http://g1.globo.com/index.html