sábado, 31 de maio de 2014

Realidade de trabalho do policial escrivão do Maranhão deverá ser conhecida através de pesquisa

Com objetivo de diagnosticar a realidade de trabalho do policial escrivão do estado do Maranhão, o policial Antonio Carlos Ribeiro elaborou um questionário que já está sendo encaminhado à categoria para as devidas sugestões. Mas, para torná-lo meio eficaz de informações importantes e necessárias acerca do nosso dia a dia no que cinge as imperiosas mudanças que precisam ser implementadas para melhoria das nossas condições de trabalho se faz imprescíndivel a participação de todos, inclusive opinando sobre a necessidade e o interesse pela criação de uma Associação de classe. 

Os colegas policiais que tiverem interesse em participar da pesquisa e não tiverem recebido o referido questionário devem encaminhar e-mail para:  ac_ribeirosoares@yahoo.com.br.

"Durante o Curso de Formação, ocorrido em 2008, fui o Gestor Adjunto e Professor da turma da referida escrivã e um dos questionamentos dos novos policiais era sobre como deveria ser a conduta do policial no dia a dia. Em resposta eu disse que em todas situações o policial deve agir com integridade e acrescentei que 


PARA AGIRMOS COM INTEGRIDADE NÃO É PRECISSO OLHAR PARA FRENTE, ATRÁS, NEM OLHAR PARA A ESQUERDA OU PARA DIREITA, MAS SIM É NECESSÁRIO OLHARMOS PARA DENTRO DA NOSSA CONSCIÊNCIA E FAZER O QUE É CERTO MESMO QUANDO NÃO HÁ NINGUÉM POR PERTO NOS VIGIANDO. 

Esta frase na época foi copiada no quadro pela então aluna LOANE MARANHÃO e seus efeitos nunca devem ser apagados das nossas mentes, pois se cada um de nós agíssemos com integridade, crimes poderia até acontecer vitimando policiais, mas o cenário seria bem diferente daquele em que uma escrivã estava sozinha diante de um investigado.


Porém, para não fugir aos princípios de integridade, não devo emitir nenhum juízo de valor, precipitado, sobre os cenários em que se encontram os Escrivães de Polícia Civil no seu local de trabalho. Mas, sem demora, devemos colocar em ação nosso sensor identificador dos raios de luz da verdade. Sensor esse chamado CIÊNCIA e através do método científico captar outros GRITOS DE SOCORROS, até então inaudíveis aos ouvidos de quem deve ouvi-los. 


Motivado pelas palavras de João 8,32, que no seu evangelho diz “e conhecerão verdade, e a verdade vos libertará”. Elaborei um questionário intitulado de “ConsCIÊNCIA”, para ser respondido exclusivamente por Escrivães de Policia Civil"



Antonio Carlos RIBEIRO Soares – Escrivão de Policia Civil