sábado, 31 de maio de 2014

Homicídios caíram 23,8% em 2013 no Amazonas, aponta anuário da SSP

Dados mostram aumento de crimes de lesão corporal e violência doméstica. 

No ano de 2013, 722 pessoas foram vítimas de homicídio.

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), nesta sexta-feira (30), apontam a redução de 23,8% nas taxas de homicídios de 2013, se comparado com o ano anterior, em Manaus. 

Em 2012, foram registrados 947 homicídios, enquanto em 2013 o número caiu para 722, segundo a secretaria.

O estudo apontou também a redução nas ocorrências, quando comparado 2012 e 2013, dos crimes de latrocínio, que caíram 10,3%; furto (-2,7%); roubo (-1,7%); e tentativa de homicídio (-11,5%). Os dados indicaram aumento dos crimes de lesão corporal dolosa e violência doméstica, 5,2% e 3,8% mais frequentes, respectivamente. "Infelizmente houve a tendência de alta, mas estamos implementando programas com psicólogos e assistente social para tentar amparar estes casos", comenta. De acordo com a SSP, a média de homicídios a cada 100 mil habitantes em todo o estado caiu de 29 para 22,9. Porém, na capital, os casos passaram de 50,9 para 36,4 homicídios a cada 100 mil habitantes, segundo os dados da SSP. "Os números foram o dobro das expectativas, então creio que estejamos no rumo certo", frisou o secretário de Segurança Pública, Paulo Roberto Vital.

A comissão que elaborou o anuário teve coordenação de Antônio Gelson Nascimento, doutor em Demografia e professor na Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Com base nos índices de homicídios desde o ano de 2013, a projeção para a taxa de homicídios em 2013 seria entre 1.118 e 1.353.

O secretário destacou os investimentos em policiamento, como o Ronda no Bairro e também nas ações sociais em escolas da Zona Sul, como o Caravana da Cidadania. "Na primeira fase do programa, alcançamos 32 mil alunos na Zona Sul, em 35 escolas. Agora iremos à Zona Leste para interagir com 61 mil pessoas, em 60 unidades de ensino", explicou. "Os investimentos passaram de cerca de 600 milhões para 1,2 bilhões de reais".

Zonas
Segundo o anuário, a Zona Leste de Manaus, que junto com a Zona Norte concentra metade dos moradores da capital, em 2012 teve um alto crescimento de homicídios (224 casos) e em 2013 teve queda, chegando a 102 vítimas. No geral, as seis zonas geográficas de Manaus tiveram queda no número de homicídios no ano de 2013: Sul (-38), Oeste (-28), Centro-Sul (-10), Centro-Oeste (-24) e Zona Norte (-23), o que representa 24% da redução.

Fonte: http://g1.globo.com/am/amazonas