domingo, 26 de janeiro de 2014

Por SMS, membro de quadrilha pede proteção divina para cúmplice.

Um integrante ainda não identificado de uma quadrilha detida com três armas de fogo na quarta-feira (22) em Santana, a 17 quilômetros de Macapá, usou o celular para enviar um SMS a um dos presos apontado pela polícia como líder do grupo. A mensagem foi enviada no mesmo dia do flagrante feito pela Polícia Militar.
 
No texto, o homem pedia proteção divina ao parceiro. “Que Deus lhe proteja por onde estiver”, dizia a mensagem, divulgada pela polícia.

De acordo com o sargento do 4º Batalhão da Polícia Militar Herinaldo Nascimento, o celular que recebeu o SMS era do homem que assumiu a posse das armas de fogo apreendidas. Ele e os outros quatro presos planejavam praticar um assalto
.

Em um outro trecho do SMS, o homem pedia para que o parceiro trocasse o número do telefone celular para que a polícia não o encontrasse. A quadrilha foi presa após denúncia anônima. Os cinco suspeitos estavam na área portuária de Santana quando foram abordados por uma equipe de polícia. "A mensagem orientava a mudança de número porque a polícia teria conhecimento sobre ele", confirmou Nascimento.

Com os suspeitos, a polícia ainda encontrou munições e dinheiro. Os homens foram apresentados na Central de Flagrantes de Santana, de onde seguiram para o Instituto de Administração Penitenciária do
Amapá (Iapen).
 

Com os suspeitos a policia encontrou munição e dinheiro.
 
 
 
MISÃO CUMPRIDA!!!