quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

JUIZ DETERMINA INTERNAÇÃO PROVISÓRIA A SER CUMPRIDA NA DELEGACIA DE POLICIA DE BACABAL

Mesmo não dispondo das reais condições de segurança para custodiar o menor W.B da S., acusado de vários delitos, dentre eles o homicidio que resultou na morte do jovem GLEDSON GOMES VIEIRA, e que gerou grande sentimento de revolta na população da cidade de Bacabal, ontem, 22.01.13, através de decisão judicial proferida pelo Juiz João Paulo Mello, Titular da Comarca de São Luís Gonzaga do Maranhão, que atualmente responde pela 4ª Vara da infância e Juventude de Bacabal, foi determinado que é na carceragem do 1º Distrito Policial que deverá ser custodiado o menor nos próximos 45 dias, sob alegação de garantia da sua segurança pessoal. 

Bem, quanto a esta decisão quero considerar dois pontos: PRIMEIRO,  que o exercício dessa atribuição (de custódia) não cabe à delegacia,  devendo o menor nela permanecer apenas durante o período legalmente necessário à lavratura do auto de apreensão, OU SEJA, é uma atribuição ilegal; SEGUNDO, que inexistem condições objetivas de segurança para impedir ou dificultar uma possível fuga, ou ainda qualquer ação de atentado de populares contra a vida do menor, OU SEJA, o perigo é iminente e real. 
Acredito que nas próximas horas o Del. Regional de Bacabal, Carlos Alessandro Rodrigues Assis, deva tomar as devidas providências no sentido de mostrar a inviabilidade de cumprimento dessa decisão, devendo o menor ser encaminhado para internação provisória na cidade de São Luís/Ma. É o que deve acontecer !!!!


 
Quanto a população, a mesma continua se manifestando e chamando atenção das autoridades para o problema da violência que tem assustado a todos na cidade. E para pedir JUSTIÇA na frente da delegacia manifestantes deixaram um alerta.