quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Em RR, mulher é agarrada na rua e tem cabelo cortado por 'ordem' da ex


Uma mulher de 24 anos, foi agarrada e teve parte do cabelo cortada por um homem, conhecido como Ari Silva Abreu, de 30 anos, na noite dessa quarta-feira (15), no bairro Asa Branca, zona Oeste de Boa Vista. De acordo com a vítima, o suspeito teria dito que a ex-namorada dela teria mandado o 'recado'. Ela estava em uma parada de ônibus, quando o suspeito se aproximou e agiu.
O homem foi detido por algumas pessoas minutos depois de praticar a ação e preso pela Polícia Militar, em seguida. Com ele, os policiais encontraram parte do cabelo e uma tesoura.

A mulher contou que estava sentada em uma parada de ônibus quando percebeu o suspeito a observando 'constantemente'.
"Fiquei desconfiada porque pensei que ele quisesse roubar meu celular. Mas, subitamente, ele se aproximou, me segurou pelo cabelo e o cortou. Foi tudo muito rápido. Ainda tentei correr, mas não consegui", relatou a vítima, acrescentando que não conhece o suposto agressor. Ele me disse que era um 'recado da ex', antes de fugir", afirmou.
Conforme a vítima, Ari Silva saiu correndo com parte do cabelo e uma tesoura. "Comecei a gritar pedindo socorro às pessoas. Alguns seguranças de uma loja o viram em disparada e começaram a persegui-lo em motocicletas. Ele foi pego algumas quadras depois de onde me agrediu. As pessoas que o detiveram chamaram a polícia", disse.
Aos policiais, o suspeito revelou que agiu a mando da ex-namorada da vítima. Segundo ele, a suposta mandante do 'recado' estaria em um carro modelo Ecosport. A mulher confirmou que a ex teria um veículo semelhante, mas afirmou ter terminado o relacionamento 'numa boa'.
"Ela aceitou o fim do nosso caso. Nunca me ameaçou. Estou surpresa com toda essa situação. Terminei o relacionamento porque percebi não ser o que queria. Foi apenas uma experiência", assegurou, complementando que a relação durou cinco meses. A ex-namorada não foi encontrada pelos policiais.
Ari Silva Abreu foi conduzido à Central de Flagrantes, no 5° Distrito Policial, onde prestou esclarecimentos. De acordo com a polícia, ele poderá responder por lesão corporal
Fonte: http://g1.globo.com/rr/roraima