quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Rapaz recebe indenização dez anos após ser agredido em escola no ES

Dez anos depois de ser agredido por quatro jovens em uma escola e passado meses internado para se recuperar dos ferimentos, um homem, hoje com 24 anos, foi indenizado em R$ 160 mil por danos morais, conforme divulgou Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES), nesta quinta-feira (19). O rapaz foi agredido com chutes e socos por quatro adolescentes, quando tinha 14 anos de idade, em 2003, na saída de uma escola particular na Praia do Canto, em Vitória. A Justiça entendeu que ele sofreu tentativa de assassinato e os quatro agressores foram condenados a indenizar a vítima. O caso aconteceu em agosto de 2003, na saída de uma escola particular localizada na Praia do Canto, em Vitória. A vítima era promoter de festas adolescentes e foi à escola no bairro convidar outros estudantes para uma festa que aconteceria no final de semana. Depois de conversar com colegas da escola e decidir ir embora, ele foi surpreendido pelos quatro agressores enquanto descia uma ladeira. Os adolescentes o cercaram e o golpearam com chutes e socos. As agressões só acabaram quando outro jovem, da mesma escola, gritou por socorro.

Vítima e agressores eram menores de idade e estudavam em escolas diferentes da capital capixaba. O adolescente ferido, que completa 25 anos este mês de setembro, ficou meses internado em recuperação. Ele sofreu traumatismo craniano encefálico e fratura da clavícula. Os agressores, que fugiram do flagrante, foram condenados a cumprir medidas em meio aberto. Não chegaram a ficar internados em unidades para menores infratores e, devido à gravidade das agressões, foram condenados ao crime análogo à tentativa de homicídio. Com o fim do processo na esfera criminal, a família da vítima entrou com uma ação cível na Justiça Estadual com o pedido e indenização por danos morais. Os agressores concordaram em pagar R$ 160 mil ao estudante.
 
Fonte: http://g1.globo.com/espirito-santo