quinta-feira, 14 de novembro de 2013

E agora, Josés?

STF decide por prisão de Genoíno e outros 21 réus
 
O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu na noite desta quarta-feira (13), pela execução imediata da pena de pelo menos 22 condenados no processo do mensalão, com exceção dos que entraram com um último recurso, que será julgado em 2014, em relação aos crimes em que recorreram. Entre os que devem receber o mandato de prisão imediatamente, estão o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-presidente do PT José Genoino. A decisão foi tomada após os ministros rejeitarem os segundos embargos de declaração apresentados pelos réus condenados no processo. Dessa forma, os ministros determinam o fim do processo para alguns réus e a execução imediata das penas. Caberá ao juiz de Execução Penal do Distrito Federal executar as prisões.