sábado, 19 de outubro de 2013

... NOVO HORÁRIO

O horário de verão é adotado no Brasil desde a década de 1930, mas de forma descontínua e quase sempre apenas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O horário é adotado - geralmente entre os meses de outubro e março - para adaptar melhor a rotina das pessoas ao tempo em que o Sol nasce e se põe, mas também como estratégia para economia de energia elétrica. Quanto mais próxima estiver da linha do Equador, menos variação há na forma com que o Sol atinge a região durante o ano, tornando a mudança sem significado, motivo pelo qual a Região Norte/Nordeste não adere o horário de verão. Quando o relógio bater 23h59 neste sábado (19), os moradores de dez Estados do País e do Distrito Federal deverão adiantar o relógio em uma hora. 

Além de Brasília e das cidades ao redor, os Estados atingidos pela mudança no relógio são: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O Piaui e o Maranhão estarão fora do horário de Verão, mas devemos ficar atentos ao novo horário - que faz com que boa parte do país adiante seus relógios em uma hora a partir da meia-noite de hoje. Alguns serviços, como atendimento bancário e horário de voos, funcionam a partir do horário de Brasília, que está incluída ao horário local. A regra vale também para concursos públicos, a exemplo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com provas marcadas para os dias 26 e 27 de outubro, que seguem a hora da capital. A programação da televisão também segue o novo horário.