quinta-feira, 5 de setembro de 2013

OAB PI REPRESENTA CONTRA DELEGADO PRESIDENTE DO GRECO

Delegado reage : "Só saio do cargo se o secretário me tirar"


Menandro Pedro 
O delegado Menandro Pedro, presidente do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), afirmou que não pretende deixar o cargo após a representação da OAB Piauí divulgada ontem (4). "Quem pode me tirar do cargo é o secretário de Segurança Pública. A sociedade está me apoiando, todos sabem que eu não sou homem de tratar ninguém mal. Não vou sair do cargo por conta própria"

A representação movida pela OAB acusa o delegado de ter impedido o acesso de advogados a seus clientes e pede seu afastamento do cargo. O documento foi entregue ao delegado Geral James Guerra e à Procuradoria Geral de Justiça.
Na manhã de hoje (5), o Sindicato dos Delegados divulgou nota declarando total apoio a Menandro Pedro e negando que tenha havido qualquer abuso de autoridade ou proibição quanto aos advogados de defesa dos presos. 

Veja a nota na íntegra:

O Sindicato dos Delegados de Polícia civil de Carreira do Estado do Piauí – SINDEPOL e a Associação dos Delegados de Polícia-ADEPOL, considerando as notícias veiculadas por meio da imprensa, acerca de representação formulada pela OAB-PI contra o Del. Menandro Pedro Lopes da Luz, vem a público esclarecer o seguinte:

OAB e Delegado Geral 
As notícias veiculadas tratam de suposto episódio ocorrido no último dia 27, na sede do GRECO, quando da lavratura de auto de prisão em flagrante em desfavor de seis pessoas integrantes de quadrilha de extrema periculosidade, especializada em roubos/furtos a instituições financeiras, ocasião em que foram apreendidas armas de grosso calibre e grande quantidade em dinheiro proveniente dos assaltos, além de explosivos.

Conforme apurado em informações repassadas pelo GRECO, todos os advogados tiveram acesso aos respectivos clientes durante as oitivas, não obstante alguns dos causídicos recusarem-se a assinar os termos de interrogatório.

Não houve quaisquer óbices ao contato dos advogados com os indiciados, mas apenas um pequeno transtorno envolvendo, inclusive, um advogado, que compareceu a sede do Greco trajando bermuda e que não se utilizou de urbanidade quando da sua chegada à citada unidade policial. Apesar disso, cumpre reafirmar que não houve impedimento de contato entre os advogados e seus clientes.

Por oportuno, o Sindepol e a Adepol reafirmam o apoio ao Delegado Menandro Pedro Lopes da Luz pelos relevantes serviços prestados à Segurança Pública do Estado do Piauí, não havendo nada que desabone sua conduta em mais de vinte anos de carreira. Por último cumpre ressaltar que não há quaisquer problemas entre os delegados de polícia e os advogados do nosso Estado, frisando-se ainda que deve haver respeito mútuo entre tais profissionais, não devendo incidentes isolados macularem as estreitas relações existentes entre os mesmos

Fonte: http://www.cidadeverde.com