sexta-feira, 5 de julho de 2013

PÉ DE OITI, O PORTAL DO POLICIAL CIVIL DO PIAUI

Taí, gostei do espaço! Delicioso mesmo! Lembrou até minha infância. Casa com quintal de terra, amplo e com uma diversidade de árvores: mangueiras de todo tipo, manga de fiapo, agulha, rosa, manguita, manga de massa... Como deu para perceber no meu quintal manga não faltava. E o pé de pitomba? Esse então fazia o maior sucesso, principalmente porque tinha umas galhas baixas voltadas para a via pública, pensa em uma festa quando o bichinho ficava carregado. Eu, claro, nesse tempo o visitava todos os dias. Era pitomba que não acabava mais! E os umbus, grandes, carnudos e docinhos....eu os preferia com uma pitadinha de sal e pimenta. Tinha até pitada de vinagre! Esses ingredientes levava comigo dentro de um saquinho de dindin que amarrava no cós do short vermelho grená vestido justamente para esse tipo de operação... Diligente desde os tempos de criança (rsrsrsrsrs). Uma faquinha também não faltava. Sem medo ou juízo, carregava a faquinha velha de cabo branco segura também no cós do short. A lama no quintal ficava por conta das cajás e dos cajus... O pé de jaca , hum... uma delícia de fruta, mas confesso, meu xodó sempre foi o PÉ DE OITI. Como não era uma árvore das mais robustas era um desafio danado me equilibrar entre as galhas e o muro que eu utilizava para correr ainda que sob ameaça de apanhar caso dele caísse. Como perceberam meu xodó por um PÉ DE OITI é antigo, sendo assim, com quintal hoje todo cimentado, e sem PÉ DE OITI para me desafiar, tomo com novo prazer a leitura do PORTAL PÉ DE OITI, excelente espaço criado por um policial civil para a policia civil do Piauí. Taí gostei, gostei do espaço !!!