quarta-feira, 24 de julho de 2013

Acusado de manter mulher em cárcere privado é preso em Imperatriz.

A Polícia Civil retirou do cárcere privado a jovem Ana Paula Gomes, 24 anos, grávida de sete meses, que estava amarrada no interior de uma casa localizada no assentamento Sobral, na zona rural de Montes Altos, distante 60 km de Imperatriz. De acordo com a polícia, Ana Paula Gomes foi amarrada pelo companheiro dela, identificado por Wesley de Oliveira Cruz, 27 anos, que é gerente de uma fazenda, também localizada na zona rural de Montes Altos. O fato ocorreu na última segunda-feira (22). O delegado Leonardo Carvalho, titular da Delegacia de Montes Altos, informou que ela foi agredida pelo acusado, inclusive com mordidas pelo corpo. Segundo o delegado, Ana Paula denunciou que sofreu vários chutes na barriga e que percebeu que o bebê tinha parado de mexer. O caso chegou à polícia através de uma denúncia feita na delegacia de Polícia Civil de Montes Altos. O policial disse que, ao chegar ao local, confirmou a veracidade do caso, pois chegou na casa onde Ana Paula estava sendo mantida em cárcere privado justamente no momento em que Wesley estava desamarrando-a, ocasião em que o prendeu em flagrante delito. “Quando encontramos a vítima, ela estava amarrada, os dois olhos estavam roxos, tinha arranhões e mordidas pelo corpo. Ela nos informou que o marido, Wesley, deu dois chutes na barriga e ela disse que não estava sentindo o feto”, disse o delegado. Wesley de Oliveira Cruz foi autuado em flagrante delito pelos crimes de cárcere privado e violência doméstica. Ele foi trazido para a Delegacia Regional de Imperatriz por questões de segurança e se encontra à disposição da Justiça. 

Fonte: http://oprogressonet.com