quarta-feira, 24 de julho de 2013

(...)


Violência contra a mulher de Imperatriz é tema de pôster na SBPC

Atualmente, um dos maiores problemas domésticos existentes é a agressão física contra a mulher e este problema tem preocupado muito a população. Ameaças, lesão corporal e lesão praticada contra ascendentes, descendentes, irmãos, cônjuges e companheiros são os três maiores tipos de registro realizado na delegacia da cidade de Imperatriz, localizado no Estado do Maranhão, é o que revela os estudos das acadêmicas Rauanne Goveia, Andressa Sousa, sob a orientação da professora Conceição Barbosa, apresentados durante a 65ª Reunião Anual da SBPC, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O trabalho, intitulado “Violências domésticas contra a mulher: Lei Maria da Penha e a análise de suas medidas protetivas no município de Imperatriz”, analisa as maiores causas que levam a mulher a receber essas medidas protetivas que são aquelas no qual, de acordo com a lei e da gravidade do ocorrido, o homem pode sair de casa, ficar longe da esposa, enfim, são medidas que resguardam e protegem a mulher contra o agressor. Segundo as pesquisadoras, foi feita uma análise na delegacia para saber quais ocorrências têm mais entrada e, de acordo com a pesquisa, os dados informam que é por agressão, dos homens para com as mulheres. “A pesquisa, que existe desde 2011, consiste em dois momentos. O primeiro foi essas análises na delegacia, e o segundo foi verificar o pedido de medida protetiva, qual tipo é o mais solicitado. Com todo esse trabalho vimos que há uma cumplicidade entre a delegacia, a Universidade e a sociedade, de forma que todos os problemas e pesquisas têm um retorno para a sociedade e esta se sente assistida quando o assunto é proteção à mulher”, explicam. Elas concluem dizendo que antes a delegacia não tinha estrutura para realizar estes atendimentos, para dar assistência a essas mulheres agredidas e, hoje, o atendimento vai de acordo com a lei. “O Ministério Público interveio para, de alguma forma, ajustar a delegacia para receber casos como esses que ainda acontecem na Cidade. Hoje, qualquer caso de agressão, seja físico ou psicológico, basta procurar a delegacia, registrar o Boletim de Ocorrência que será feita toda a análise, perante o juiz, para que ele homologue o caso e conceda a pena que será dada ao agressor”, concluem.

Fonte: www.portais.ufma.br

Sob protesto....


Acusado de manter mulher em cárcere privado é preso em Imperatriz.

A Polícia Civil retirou do cárcere privado a jovem Ana Paula Gomes, 24 anos, grávida de sete meses, que estava amarrada no interior de uma casa localizada no assentamento Sobral, na zona rural de Montes Altos, distante 60 km de Imperatriz. De acordo com a polícia, Ana Paula Gomes foi amarrada pelo companheiro dela, identificado por Wesley de Oliveira Cruz, 27 anos, que é gerente de uma fazenda, também localizada na zona rural de Montes Altos. O fato ocorreu na última segunda-feira (22). O delegado Leonardo Carvalho, titular da Delegacia de Montes Altos, informou que ela foi agredida pelo acusado, inclusive com mordidas pelo corpo. Segundo o delegado, Ana Paula denunciou que sofreu vários chutes na barriga e que percebeu que o bebê tinha parado de mexer. O caso chegou à polícia através de uma denúncia feita na delegacia de Polícia Civil de Montes Altos. O policial disse que, ao chegar ao local, confirmou a veracidade do caso, pois chegou na casa onde Ana Paula estava sendo mantida em cárcere privado justamente no momento em que Wesley estava desamarrando-a, ocasião em que o prendeu em flagrante delito. “Quando encontramos a vítima, ela estava amarrada, os dois olhos estavam roxos, tinha arranhões e mordidas pelo corpo. Ela nos informou que o marido, Wesley, deu dois chutes na barriga e ela disse que não estava sentindo o feto”, disse o delegado. Wesley de Oliveira Cruz foi autuado em flagrante delito pelos crimes de cárcere privado e violência doméstica. Ele foi trazido para a Delegacia Regional de Imperatriz por questões de segurança e se encontra à disposição da Justiça. 

Fonte: http://oprogressonet.com


terça-feira, 23 de julho de 2013

MANDADO DE PRISÃO CUMPRIDO NA CIDADE DE ZE DOCA

Por determinação do Delegado Regional da cidade de Zé Doca, Jader Alves, os policiais civis SIZINO MUNIZ, MEX e ELSON, diligenciaram até o povoado conquista distante 80km da sede com desiderato de cumprir mandado de prisão em desfavor do indivíduo MAURIVAN SOARES AZEVEDO, vulgo “NA MODA”, em virtude de acusação de participação em crime de latrocínio ocorrido na manhã de segunda-feira, 05/11/12, em desfavor da empresária Maria da Natividade Pereira de 57 anos, conhecida como Dona Caçula. 

A vitima, que era  proprietária de um hotel em Zé Doca, teria sido sequestrada e tortura na cidade de Zé Doca por dois elementos que teriam se hospedado no hotel antes de cometer o crime na noite de sábado, 03/11/12. empresária e um vigilante do hotel foram surpreendidos pelos criminosos armados com pistolas que queriam a quantia de R$ 300 mil da venda de uma casa de sua propriedade.  

A empresária foi espancada antes de ser jogada em um carro juntamente com o vigilante e levada pelos elementos pela BR 316 sentido Belém do Pará. O vigilante foi liberado poucas horas depois, já a empresária foi torturada e alvejada com mais de quatro tiros. O corpo da empresária foi jogado as margens da BR, onde foi socorrida e levada para um Hospital em Santa Luzia do Paruá. Depois dos primeiros socorros ela foi transferida para um hospital em São Luis onde não resistiu aos ferimentos e morreu, se consumando assim o crime de latrocínio na forma consumada. 

Diligencia cumprida com sucesso, o acusado foi preso e encontra-se a disposição da justiça. 

Enviado por Sizino Muniz.  

Modelo volta ao Paraná depois de ser eleita a mais bela surda do mundo


Graduada em Farmácia Generalista pela Universidade Paranaense de Umuarama, e em Letras – Libras (Língua Brasileira de Sinais) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Thaisy ainda pretente cursar uma pós-graduação na área de educação para surdos.

Corpo de piauiense é encontrado esquartejado dentro de uma mala na cidade de São Luís


Ainda repercute o assassinato, com requinte de crueldade, contra Francisco João de Sousa, de 30 anos. Parte do corpo foi encontrado por volta das 21h deste domingo (21), na Rua 11 de Outubro, próximo ao antigo Cine Monte Castelo. Os restos mortais da vítima estavam em uma mala de viagem enroladois em um saco plástico e só foram achados por causa do forte cheiro que exalava, chamando a atenção dos moradores da área. Na mala estava os dois braços, as coxas e parte do tronco da vítima. Em um dos membros da vítima havia uma tatuagem com o nome "Andreia", o que facilitou a identificação do corpo.
Na tarde desta segunda-feira (22), um forte mau cheiro exalava próximo ao local onde havia sido encontrada a mala com os restos mortais e isso novamente chamou a atenção dos moradores da rua. Alguns foram ao local para saber do que se tratava e encontram o restante do corpo.
Peritos do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim) foram acionados novamente e constataram que se tratava do crânio, os dois pés e um pedaço da canela, todos carbonizados para dificultar o trabalho de identificação. As partes foram levadas para o IML para os exames.
Conforme as primeiras investigações da polícia, Francisco João de Sousa era natural da cidade de Fronteiras, no estado do Piauí, e estava há oito meses em São Luís, trabalhando como servente na SD Viana Empreiteira, uma empresa do ramo de construção civil. Ele estava desaparecido desde a tarde de sexta-feira (19), quando saiu de seu alojamento, no bairro Cohafuma.
Investigação
O delegado Jeffrey Furtado, titular da Homicídios, está coordenando os trabalhos para elucidar o caso. Em entrevista ao Jornal O Estado do Maranhão, o delegado disse que são várias as linhas de investigação que a polícia está seguindo para encontrar os responsáveis pelo caso como roubo, vingança, discórdia no trabalho, entre outras.

Fonte: http://www.meionorte.com

(....)

No Facebook, delegado retrata o pensamento médio destes policiais civis acerca dos demais policiais.

POSTAGEM DO DELEGADO OKADA:
Prezado Antonio Morais, nada tenho contra a carreira única para a polícia. Mas as decisões principais e finais em inquéritos e autuações exigem vasto e firme conhecimento em direito penal. Na carreira única, os concursos para a investidura teriam o mesmo nível dos concursos atuais para delegados. Deixaríamos de ter excelentes policiais, com todas as qualidades necessárias para o bom desempenho das investigações, mas sem formação em direito. Meu melhor policial (responsável por todo o sucesso de minha carreira de 20 anos) mal sabe escrever, mas é dotado de total perspicácia, disposição, raciocínio lógico, memória, agilidade de pensamento e muito ‘instinto’ policial. Ele jamais passaria num concurso do nível de delegado. Aliás, sempre te disse que sou contra a exigência de nível superior para agente de polícia. A maioria de nossos bons agentes não estariam na polícia, se o nível superior fosse exigido. Muitos policiais com bacharelado deixam de se dedicar aos trabalhos de investigação, durante a jornada de trabalho, para trabalharem na área de graduação deles, ou estudar para outras carreiras.
EM RESPOSTA - POSTAGEM DE ANTONIO MORAES:
Okada,
Como todo o respeito que o colega merece, é, no mínimo, incoerente essa sua postagem. Vejamos.
Você inicia a postagem afirmando: “NADA TENHO CONTRA A CARREIRA ÚNICA PARA A POLÍCIA”. Em seguida, traz argumentos pessoais, impressões suas que levam ao menos atento a acreditar na inviabilidade do servidor policial civil (agente ou escrivão) ser promovido a delegado de polícia. E esta é a nossa proposta promoção. Ser promovido por critérios puramente objetivos. A nossa tese de carreira única se fundamenta no provimento derivado denominado PROMOÇÃO. Pacificamente, reconhecido pelo STF. Não estamos falando de ASCENÇÃO, modalidade de provimento derivado não recepcionado pela Carta de 88.
Para nossa concepção de CARREIRA ÚNICA, não há a necessidade de alteração no texto constitucional, haja visto ser perfeitamente possível se depreender que quando se fala em “DELEGADO DE POLÍCIA DE CARREIRA”, pode se estar falando em CARREIRA POLICIAL CIVIL e não somente em ‘carreira de delegado de polícia civil’. E vale lembrar que ainda não temos uma LEI ORGÂNICA NACIONAL, pois não foi regulamentado o parágrafo sétimo do artigo 144, que tenha estabelecido, para todas as unidades da federação, a obrigação de se organizar os cargos policiais civis em diversas carreiras (carreira de delegado, carreira de agente, carreira de escrivão etc). Dessa forma, resta possível para as unidades da federação a possibilidade de escolherem a forma de organização de seus cargos policiais civis (em carreiras diversas ou em uma única carreira).
Importante também lembrar que para se estabelecer essa nova configuração nos cargos policiais civis é imprescindível uma transformação nos atuais cargos. Transformar cargos significa extinguir os atuais, criar novos e aproveitar (CF, art. 41, §3º) os servidores nestes.
Em Sergipe, através de lei, os cargos de delegados, escrivães, agentes e agentes auxiliares podem ser extintos, e criados novos cargos de delegados, inspetores e investigadores. Os servidores dos atuais cargos de delegados, previstos na lei antiga, deverão ser aproveitados nesses novos cargos de delegados. Bom lembrar que na atual legislação sergipana sequer a atribuições definidas para o cargo de delegado. Os servidores dos atuais cargos de escrivães, agentes e agentes auxiliares, previstos na lei antiga, deverão ser aproveitados nesses novos cargos de inspetores e investigadores. A nova lei deverá definir as regras de aproveitamento sem qualquer prejuízo para os servidores aproveitados. Além disso, pode definir as regras de promoção nessa nova e única carreira. Essas regras devem ser puramente objetivas e sem qualquer brecha de subjetividade.
Assim, haveria apenas uma porta de entrada para a Polícia Civil: o concurso público para o cargo de investigador substituto ou investigador de 3ª classe. Para se chegar ao cargo de inspetor, havendo vaga, o investigador deveria ser aprovado em concurso interno para inspetor. Para se chegar ao cargo de delegado, havendo vaga, o inspetor deveria ser aprovado em concurso interno para delegado. Um dos requisitos para o inspetor ser promovido a delegado deve ser a formação jurídica, ou seja, ser bacharel em direito.
As promoções deveriam ocorrer após aprovação em concurso interno de promoção realizado por instituição idônea (FCC, CESPE etc) em que os critérios de desempate sejam puramente objetivos também previamente definidos na lei: idade, tempo de serviço e ter sido aprovado em cursos de interesse da atividade policial civil.
Acredito que as atribuições desses novos cargos nessa nova configuração deveriam seguir os seguintes parâmetros:
DELEGADO – direção / assessoramento / operação
INSPETOR - assessoramento / operação
INVESTIGADOR – operação
Dessa forma, Okada, este colega que você chama de “MEU MELHOR POLICIAL (RESPONSÁVEL POR TODO O SUCESSO DE MINHA CARREIRA DE 20 ANOS) MAL SABE ESCREVER, MAS É DOTADO DE TOTAL PERSPICÁCIA, DISPOSIÇÃO, RACIOCÍNIO LÓGICO, MEMÓRIA, AGILIDADE DE PENSAMENTO E MUITO INSTINTO POLICIAL”, se quisesse, poderia sim almejar ser delegado de polícia sim, mas teria que merecer objetivamente.
Saudações policiais civis.
LER, REFLETIR E AGIR

HOMENAGEM AO PAPA


O selo comemorativo em homenagem a visita do papa ao Brasil, criado pelo artista gráfico Fernando Lopes e começa a circular nesta terça-feira (23/7), em todo país. Serão emitidos 1,2 milhão de selos, comercializados a R$ 1,80 cada. As peças poderão ser adquiridas pela loja virtual, pela Agência de Vendas a Distância ou nas agências dos Correios.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

LEITURA BOA, ÚTIL E PARA MOMENTOS DE SOLIDÃO....







Com o tempo a gente aprende que uma boa leitura é melhor que qualquer choro triste. 
Li no final de semana. Adorei!!!

(...)



Maioridade penal volta ao debate público e divide opiniões

"O tema da redução da maioridade penal voltou ao debate público e, mais uma vez, coloca em cantos opostos os defensores de uma e de outra ideia.Todos perseguem a construção de uma sociedade justa, mas as vias, embora compartilhem alguns elementos comuns, são, na essência, diametralmente opostas.Os que querem a redução apostam no sancionamento mais severo como instrumento de dissuasão da prática de infrações, um conceito universal. Diversamente, os que querem a manutenção do quadro atual apostam na ressocialização, com a devolução à sociedade do infrator já reeducado, um conceito sedutor.Tomando-se como referência o âmbito de cumprimento de uma sanção (a medida socioeducativa prevista no ECA), pode-se dizer que o primeiro grupo está voltado para a porta de entrada (“dissuasão”), ao passo que o segundo para a porta de saída (“ressocialização”). São modelos dificilmente conciliáveis"

Escorada em qual razão vamos nos definir por um ou outro argumento eu não sei, mas uma coisa é séria, adiar essa discussão não tem resolvido o problema. Que problema?! Esse que bate a nossa porta, enche nossas delegacias, superlota esses espaços de confinamento sem resultados ressocializadores e retornam diariamente para as ruas reiterando na mesma prática criminosa que nos assusta, que assusta todas as famílias e que coloca em risco a vida de muitas crianças e adolescentes enquanto todo mundo finge que nada está acontecendo.... Desenho de um país que ama sua juventude....     

CAPA POLÊMICA

Toda a polêmica se deu em virtude das pontas da letra M, as mesmas ficaram acima da cabeça do pontífice. Alguns católicas viram formados uma espécie de chifre. Você está vendo algum chifre nessa capa?! A polêmica é que é chifruda, isso sim....

DESEJOS AO VENTO

Meus amigos, só agora tomei conhecimento de que na sexta-feira, dia 18.07, o colega investigador da Polícia Civil do Maranhão, identificado como Manoel Saraiva Neto foi atingido por um tiro na porta de casa no Bairro da Alemanha, em São Luís, depois de ser  surpreendido por um homem identificado como Robert Martins Dominice Júnior anunciando um assalto. 

Que horror! Cuidado não me falta, mas sei que estamos todos passíveis de sermos vitimas desse tipo de crime. Afinal, ladrão temos aos montes perambulando entre nós a caça de mais e novas vitimas. 

Não faz muito perdemos um jovem colega policial que trabalhava no Pará mas que residia em Teresina. Foi vitima de assalto na porta de casa. Graças a Deus essa historia que se repete a todo instante teve feliz desfecho, pois pelo que sei o colega reagiu disparando contra o assaltante e impossibilitando sua fuga. Robert Martins, autor do assalto,  foi preso e com ele encontrado uma pistola calibre 380. A polícia suspeita que Robert faça parte da facção criminosa “Bonde dos 40”. 

 



AO COLEGA, NOSSOS VOTOS DE RÁPIDA RECUPERAÇÃO!   
A TODOS NÓS MUITA PROTEÇÃO DIVINA!
 

sábado, 20 de julho de 2013

NO CAMINHO


NOVA CAMPANHA PUBLICITARIA DA HOPE.

 Olha o que eu encontrei circulando no Face. Aposto que você já pensou em outros amigos do peito pra colocar aqui.... Bem legal !  

EU TENHO!


LEITURA BOA E ÚTIL.


Gente, adoro comprar livros, ganhar então... melhor ainda! Este ganhei ano passado.... o título ainda me tinha despertado o interesse, guardei então. Há cerca de uns dois meses me decidi pela leitura. E não é que adorei. Taí recomendo!

"Da mesma maneira que os abutres são atraídos pelo odor das caças pútridas, mas não sentem o odor dos corpos sãos e vigorosos, assim, também as partes de nossa vida que são doentias, fracas, afetadas atraem nosso inimigo; de fato, os que nos demonstram aversão investem contra elas a passos largos, tomando-as de assalto e despedaçam-nas. Isso obriga a viver com cautela, a prestar atenção em si, a nada fazer nem nada dizer estouvada e irrefletidamente."


A VERDADE


sexta-feira, 19 de julho de 2013

(...)


MARKETING INFANTIL

" No Brasil a entidade que fiscaliza é o CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que recentemente incorporou no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária novas e mais severas recomendações para a publicidade que envolve crianças, em particular em ações de merchandising, que não serão mais admitidas quando dirigidas ao target infantil. Apelos publicitários considerados imorais do tipo “peça para a sua mãe comprar isso” ou aqueles que passam a ideia de que a criança ficará “mais forte”, “legal”, “inteligente”, “feliz”, vão sofrer restrições.
(...)
A proteção de crianças e adolescentes na publicidade brasileira e suas modernizações mostram, cada vez mais, a sua eficiência e aceitação do mercado publicitário e dos consumidores e, acima de tudo, não priva por completo o acesso deste público ao consumo, apenas limita as ações para que sejam compatíveis com a sua capacidade cognitiva e psicológica."

Pra onde mesmo?!


Charge de Aroeira – O Dia (RJ).

Escola é condenada a indenizar estudante por reter certificado de conclusão de curso

A 30ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo negou provimento a recurso do Instituto Polígono de Ensino e manteve condenação ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 12 mil ao aluno R.M.L., além da obrigação de entregar-lhe Certificado de Conclusão de Curso.
        De acordo com a decisão, o estudante teria, de inúmeras formas, por meio de contato administrativo e pelo Procon, tentado resolver a questão referente à entrega de seu diploma, documento que lhe possibilitaria trabalhar em sua área de formação.
        O desembargador Orlando Pistoresi, relator do recurso, afirmou que “a reparação respectiva constitui adequada resposta à violação configurada, sendo inegável o abalo sofrido em razão da inércia da instituição de ensino em entregar ao autor o diploma de curso regularmente concluído, demonstrada de forma inequívoca pelos documentos juntados aos autos”.
        O magistrado ainda destacou que o valor fixado é razoável “para os objetivos que devem nortear a indenização por danos morais, representando uma eficaz punição para o agente e uma suficiente compensação à vítima, pela dor moral experimentada”.             Processo nº 0044416-60.2011.8.26.0554

Fonte: http://www.tjsp.jus.br

Skin color/ Cecilia Di Rocco

 
 

Assim mesmo....


sábado, 13 de julho de 2013

CONTROLE DO PÂNICO ....

Na polícia, controle do pânico tem se adquirido na força, na marra, no dia a dia. Quem aprende cedo, ótimo. Quem não aprende, sofre, e muito.  Eu comecei sofrendo..., mas como boa aluna que sou já aprendi um bocado com gente que não é policia por acaso, mas que nasceu pra ser... todo dia uma lição. Se nasci pra ser não sei.... há quem diga que não! Rsrsrsrsrsrs.  Mas, como besta não sou já tratei de começar a aprender a controlar o tal do pânico. Sim, porque ou eu o controlo ou ele me descontrola. Agora, situação de descontrole é combustível. Tá duvidando?! Experimenta me descontrolar. Aonde vou chegar ainda não sei, mas pânico só quando ele chegar... Que não chegue, pelo menos por hoje.  

ROUBO, E DEPOIS SE MASTURBOU.

Após recolher o dinheiro e os objetos, o assaltante ordenou que as funcionárias do local tirassem a roupa para que ele se masturbasse

Um assalto inusitado movimentou o plantão policial do município de Icó-CE, nesta sexta-feira (12). Um homem foi preso após assaltar uma ótica no centro da cidade e se masturbar na frente das funcionárias do estabelecimento.  Segundo testemunhas, o assaltante não sacou nenhuma arma durante o assalto e subtraiu do local R$ 520,00, 7 celulares e 24 relógios. Clientes que estavam na loja no momento do assalto também tiveram seus celulares roubados. Após recolher o dinheiro e os objetos, o assaltante ordenou que as funcionárias do local tirassem a roupa para que ele se masturbasse. Após o assalto, a polícia foi comunicada da ocorrência e conseguiu capturar o homem logo em seguida. José Maria da Silva, de 30 anos, foi preso e indiciado por assalto e estupro. Na delegacia, o acusado revelou ter praticado um ato de loucura e confessou ter medo de ir para a cadeia.

Fonte: Blog do Yuri

SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL




O que é a síndrome alcoólica fetal
 A síndrome alcoólica fetal (SAF), caracterizada por microcefalia, dismorfias craniofaciais e retardo mental, foi descrita em 1968 e ratificada em trabalhos científicos de 1973. Outros sinais e sintomas associados tais como malformação cardíaca e baixo peso, podem estar presentes. A SAF decorre do eventual abuso do álcool durante a gravidez, sendo que, pela intensidade das manifestações, as lesões ocorrem, na forma clássica, predominantemente nos primeiros três meses. 

Existe alguma maneira de prevenir a síndrome?
Sim, a única forma de impedir que seu filho venha a sofrer da síndrome é não consumir bebidas alcoólicas na gestação. E, caso você esteja só pensando em engravidar, já vale parar de beber para não correr riscos (muitas mulheres que consomem grandes quantidades de álcool não menstruam regularmente e por isso às vezes engravidam sem saber), porque o álcool pode causar danos logo nessas primeiras semanas de gravidez, principalmente no cérebro do bebê. Pode até parecer exagero, mas os cuidados com um bebê começam muito antes do nascimento, das noites em claro e trocas de fraldas sujas.
A verdade é que desde o momento em que pensa em ter um filho, uma mulher 
precisa preparar seu corpo a fim de ter as melhores chances de gerar uma criança saudável e com todas as possibilidades de crescer feliz e sem limitações físicas ou psicológicas.
"A futura mãe precisa pensar que a gravidez é só o começo da história com aquele filho e tem que decidir como vai ser a relação com ele no futuro. O álcool afeta esta relação para sempre, "Às vezes é difícil não beber, mas é possível e vale por amor a um filho."

Características da síndrome alcoólica fetal
Bebês nascidos com a síndrome costumam apresentar malformações na face (lábio superior bem fino, nariz e maxilar de tamanho reduzido, cabeça menor que a média, anormalidades cerebrais (apresentando falta de coordenação motora e distúrbios de comportamento, até retardo mental), malformações em órgãos como rins, pulmões e coração. Quando vão para a escola geralmente enfrentam dificuldades de aprendizado, memorização e atenção.
"As dificuldades de aprendizagem geram problemas muito abrangentes para o futuro da criança. A repercussão é para a vida toda. Elas acabam com menos oportunidades profissionais, de manter relacionamentos afetivos ou fazer amizades".
Crianças que se encontram no chamado "espectro" dos distúrbios provocados pelo álcool podem ter alguns dos problemas descritos acima, porém não chegam a preencher todos os requisitos para classificá-los como portadores da síndrome -- o que nem por isso é menos sério para o seu desenvolvimento.

Percalços ....



Tem um diabo de um vírus me acompanhando a cada postagem. Já fiz de tudo pra me livrar dele, mas não consegui. Enquanto não aparece alguém para me ajudar vamos ter que aguentar uma mensagem intrusa perturbando por aqui.     

FELIZ ANIVERSÁRIO !!!!




E entre um trabalho e outro, uma paradinha para comemorar o aniversário da colega Conselheira  Tutelar, CONCEIÇÃO COELHO. 
FELICIDADE É O QUE DESEJAMOS !!!