quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ônibus cor--de-rosa


Um vereador curitibano propôs um Projeto de Lei, para que a cidade
implante ônibus cor-de-rosa, exclusivo para mulheres, para que não
sejam mais molestadas pelos homens. Não pensou nos casais, nem nos
filhos. Muito menos pensou no precedente, que acabaria criando
ônibus pretos para os negros, amarelos para os asiáticos, vermelho
e branco para os polacos, amarelos para os espanhóis, verde e
vermelho para os portugueses, com todasas cores do arco-íris
para os gays, vermelho e preto para os atleticanos e verde e
branco para os coxas – além de vans azuis, vermelhas e
brancas para os paranistas e de camburões para bandidos,
e  os políticos corruptos e incompetentes, entre outras
necessidades e cores. É a burrice elevada á enésima
potência, do nobre edil, que não pensa nas sérias
consequências de segregação do seu “brilhante”
projeto de lei. E assim caminha o Brasilzão!.
.
JJ
-
Não faz muito tempo, nos Estados Unidos, havia
transporte, banheiros e restaurantes, entre outras
coisas exclusivos para brancos e outros para negros.
O vereador curitibano não deve saber nada de História.


Fonte: http://www.blogdojj.com.br