sexta-feira, 10 de maio de 2013

LIGA DA PREGUIÇA É ALÇADA A CONDIÇÃO DE MARAJÁ NO ESTADO DO PIAUÍ


Escrevi em 5 de novembro de 2011 um artigo chamado pelo singelo nome de Liga da Preguiça que reproduzo agora e volto em seguida com o artigo "Liga da Preguiça é alçada a condição de marajá".

* * *

Vendo a coragem de alguns ARRUMADINHOS, lembrei-me de alguns filmes de meus tempos de criança. Naquela época, destacava-se como o melhor filme – A LIGA DA JUSTIÇA. Todos os herois davam o máximo de si pelo trabalho com a vontade única de trabalhar e servir. Confesso que imaginava que no mundo adulto a regra seria aquela – TRABALHAR E SERVIR POR PRAZER. O tempo passou, eu cresci e tornei-me um policial civil com o ideal ainda de meu tempo de menino – trabalhar e servir. Tão logo passei no concurso para policial civil, empolgado pelo ideal e pelo trabalho, abandonei tolamente a faculdade para dedicar-me à policia e somente retornando à universidade mais de uma década depois, porem, o que eu não sabia, é que encontraria na policia uma LIGA que em nada lembra a LIGA DA JUSTIÇA – o meu filme preferido dos tempos de menino. Na verdade, é a LIGA DA PREGUIÇA que no mundo real, no mundo dos adultos recebe outros nomes – ADEPOL, SINDEPOL, DIABOPOL, etc, etc, etc... Nessa liga ninguém dá nada de si, principalmente quando o assunto é trabalho. Os ARRUMADINHOS da LIGA DA PREGUIÇA simplesmente não querem trabalho algum, não querem responsabilidades, nem mesmo a de cumprir o horário de expediente. Chegam ao trabalho depois das 10 horas e saem antes do meio-dia. Chegam ao trabalho depois das 16 e saem antes das 18 horas. No entanto, querem dinheiro, muito dinheiro para si e para os coleguinhas da liga, alguns ainda que de forma ímproba. Confesso que tenho consciência de que não vou consertar o mundo, mas não vou desistir de dar minha parcela de contribuição para tornar o nosso País melhor, para tornar o nosso Estado melhor. Vou combater a LIGA DA PREGUIÇA e sei que muitos vão me odiar por isso, mas as coisas vão mudar por bem ou por mal. Espero que as coisas mudem por bem, mas se for por mal, espero que seja um bom combate.

* * *
Voltei
Como puderam perceber o artigo Liga da Preguiça é de novembro de 2011 e a preguiça da liga continua a mesma, desta vez com toda a pompa de marajá, aquelas figuras preguiçosas dos tempos das trevas, que não faziam nada e podiam tudo. O Piauí que tem à frente um "apedeuta letrado" com toda a sua horda diz aos quatro cantos que o estado não tem dinheiro para dar aumento pra ninguém, no entanto, acaba de agraciar a Liga da Preguiça com 45% de aumento onde cada preguiçoso vai ganhar quase igual a um procurador - aqueles que sempre trabalham contra o povo. Assim é o estado do Piauí, os que trabalham são esquecidos e os preguiçosos são premiados, ora com medalhas, ora com maiores salários, ora com medalhas e salários. Bem, como todos sabem não sou profeta, embora eu ande acertando tudo, e mais uma vez quero lembrar da previsão que fiz "...as coisas vão mudar por bem ou por mal" e observem que a liga da preguiça vai ter que ralar para cumprir a lei e tentar justificar o seu grande salário e nenhum trabalho, além de reuniões para tramar contra a Liga da Justiça - os policiais civis.
Fonte: wagnernunesleite/pontoquentebrasil