quinta-feira, 23 de maio de 2013

Assembleia extraordinária do SINPOLPI recusa proposta indecorosa do governo e aprova encaminhamento do vice-presidente Wagner Leite

A assembleia extraordinária do SINPOLPI realizada na sede do sindicato recusou a proposta indecorosa do governo e aprovou os encaminhamentos do vice-presidente, Wagner Leite, que afirmou que nem mesmo o sindicato e o grupo do face chamado "pé de oiti", a diretoria executiva ou qualquer outro grupo não tem o poder de tomar qualquer decisão de interesse geral da categoria sem a autorização da assembleia geral extraordinária que é o órgão máximo dos policiais civis. A assembleia extraordinária aprovou também o percentual de 60% como limite mínimo entre a maior e a menor remuneração na policia civil. Naquela oportunidade, lembraram que o próximo passo é ajudar aos policiais civis do Maranhão a implantar a polícia legal, ainda que o SINPOL-MA permaneça omisso nesta questão. Lembraram ainda que em Sergipe a operação teve inicio com apenas 15 policiais e o Maranhão já tem um grande número de policiais ansiosos para trabalhar absolutamente dentro da lei e botar os delegados para trabalhar como delegados, escrivães como escrivães e investigadores como investigadores. Estamos à disposição para conversar com qualquer policial civil, independente de qualquer sindicato.
Wagner Leite