quinta-feira, 18 de abril de 2013

Delegados confessam ser portadores da Síndrome de Pilatos


Alguns delegados tiveram a cara-de-pau de confessar que são portadores da Síndrome de Pilatos que tem como sintomas ou características o egoísmo, a insensibilidade e o desapreço ao próximo. É claro que jamais fariam tal confissão de forma direta, pois Pilatos nunca agiu assim. A técnica adotada é dizer que não são contra a proporcionalidade, um limite entre a maior e a menor remuneração, mas também não a defendem. Particularmente, não acredito que alguém que seja a favor da honestidade, fique calado, mudo mesmo, quando alguém defende a desonestidade. Portando, o ditado "quem cala consente" coloca em situação de igualdade o Pilatos que lavou as mãos e os assassinos de Cristo. Tão culpado pela morte física de cristo foi Pilatos assim como os que o mataram. Tão desonestos quanto os que fizeram lobby contra a proporcionalidade são os que os acompanharam de gabinete em gabinete, de palácio em palácio e os que lavaram as mãos, assim como Pilatos. Aliás, a história está cheia de Pilatos que lavaram as mãos quando Hitler invadiu os primeiros países e depois enfrentou o mundo. A história mais recente está cheia de canalhas que sempre se calam quando os Estados Unidos invadem alguma nação. A história está cheia de canalhas que aplaudem a ditadura de nossos vizinhos e têm o assassino e ditador Fidel Castro como um grande homem. Fidel Castro, Hitler e lobistas que pelejam contra a dignidade de qualquer trabalhador, principalmente, daquele que está ao seu lado, são todos feitos do mesmo caráter, são todos possuidores da mesma índole. A diferença é que um ou outro ainda não teve a oportunidade para dizimar os seus desafetos – os trabalhadores. Os policiais civis não têm o que comemorar no dia 21 de abril e, com certeza, sobreviverão a mais esse ataque a dignidade. Talvez seja sina que o patrono da Polícia Civil seja Tiradentes que em todas as fotos só aparece com uma corda no pescoço. Mas se verdade for, por que os delegados nunca sentiram um pouco esse carma? De qualquer forma, parabéns a todos os policiais civis de sangue, apesar da traição dos políticos, apesar da traição dos delegados, apesar da traição dos secretários, apesar da traição do governo. Parabéns.
Wagner Nunes Leite