quinta-feira, 21 de março de 2013

DELEGACIA REGIONAL DE BACABAL. TRABALHOS REINICIADOS NA MANHÃ DE HOJE.....




Minha experiência profissional de pouco mais de uma década tem me exigido algumas reflexões.  Uma delas é que a depender do ambiente de trabalho alguns temas se tornam mais suscetível que outros. Quando exercia o magistério as temáticas de debates mais acaloradas eram bem diferentes das que hoje vejo/participo no ambiente da delegacia. Hoje, as abordagens preferidas giram em torno da incompetência, do erro, inabilidade, improdutividade, desonestidade, perda de poder, remuneração, benefícios...Vejo que ainda nos preocupamos muito com a reprovação de colegas e superiores e por isto preferimos esconder as nossas verdades, e assim, nossa autocomiseração e o medo de não ser aceito termina, por vezes, gerando ou multiplicando nossos problemas. Passamos a gastar energia com defesas e perdemos o foco do que é principal nesse contexto diverso de pensamentos e ações. Avaliar, então, passa a dar uma dor de cabeça que ninguém deseja ter, principalmente quando essa ação exige compromisso e participação.O que fazer então? O de sempre, varrer para debaixo do tapete os conflitos, esconder suas causas e evidenciar apenas as consequências, os resultados, aliás, os péssimos resultados de uma ação bem hipócrita e que não produz ação nenhuma de melhora. Edificar o quê? Para quem? Afinal, para muitos mortos, sempre há alguém só ferido! E como analiso tanto conflito nessas delegacias de polícia(s)? Falta de liderança, excesso de vaidade, exercício de força em detrimento de habilidade e inteligência para o comando da coisa e amadorismo, muito amadorismo de criança grande.... Ah! E como assunto principal: salários, pois mudança que é bom dá trabalho.....não tem sido assim?! Se não quero salário ? Melhor salário? Claro que quero. Trabalho muito, ganho pouco! Mas também quero dignidade no meu ambiente de trabalho. Ter um ambiente de trabalho saudável que não nos adoeça física e mentalmente de seis em seis meses é direito de todo trabalhador... a todos, bom dia!