sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

REGIONAL DE IMPERATRIZ

Polícia Civil evita fuga na Delegacia Regional 

delegado Assis Ramos
Por pouco, uma nova fuga de presos não foi registrada na Delegacia Regional de Imperatriz. Até o fim da tarde dessa quinta-feira (31), a população carcerária da Delegacia Regional de Imperatriz era de 22 detentos e pode ser que tenha amanhecido hoje com um número maior. Por esse motivo, está definitivamente virando presídio novamente.  Em função da retirada dos agentes penitenciários da Delegacia Regional e do pouco número de agentes da Polícia Civil, o delegado Assis Ramos resolveu proibir visitas, entrada de alimentos ou quaisquer outros objetos nas celas e até o banho de sol. Isso até que a Secretaria de Justiça e da Administração Penitenciária (SEJAP) tome providências. Diante dessa tomada de posição do delegado Assis Ramos, os detentos da cela 2, revoltados com a situação, tentaram fugir durante a madrugada dessa quinta-feira. Eles furaram um buraco na parede dos fundos da cela, mas antes que acontecesse a fuga, os policiais civis descobriram a trama. Houve gritaria, um princípio de motim foi formado e foi preciso que os policiais civis de plantão efetuassem disparos para que os detentos ficassem quietos, fato que realmente aconteceu. Todos os detentos foram retirados da cela 2, de onde seria a fuga, e colocados em outra cela. O buraco foi fechado, mas a cela 2 ficará por algum tempo sem comportar presos.  A juíza Ana Beatriz Jorge Maia já determinou que a SEJAP envie agentes penitenciários para a Delegacia Regional, determinação ainda não cumprida, ou que os detentos sejam transferidos para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI).

Fonte: http://oprogressonet.com/noticiario/