quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Empresa chinesa dá bônus a quem namorar colega de trabalho

Muitas companhias consideram que os relacionamentos amorosos entre funcionários são uma potencial fonte de complicações no trabalho, mas uma empresa de tecnologia chinesa vê a questão sob uma ótica diferente. Com sede no centro tecnológico de Chengdu, no Oeste da província de Sichuan, essa empresa decidiu oferecer a seus empregados um "bônus" de US$179 (R$375) caso eles comecem a namorar um colega de trabalho. 

Se o namoro não der certo, os empregados dessa companhia chinesa pelo menos têm um benefício adicional. Eles também podem tirar uma folga de dois dias para chorar em casa a "dor de cotovelo". Não ficou claro como os funcionários devem "provar" o namoro para receber o beneficio.

* Li a matéria e refleti: E aqui no Brasil? Feliz ou infelimente, aqui esse problema parece não existir nem precisar de estimulos a mais. Envolvimentos amorosos no ambiente de trabalho existem aos montes. E quando o espaço é público, então... às vezes vira mesmo é a casa da mãe Joana. É público e o privado se misturando na sua pior forma. Se sou contra o namoro, o amor, a liberdade? Não! Não! Não! Minhas queixas são outras.