terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Acusado de tramar sequestro de empresario será levado para Imperatriz (Ma)

O Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (Greco) da Polícia Civil do Piauí apresentou, no início da tarde desta terça-feira (22), Sebastião Soares da Silva, o "Tião", 61 anos, acusado de sequestrar um garoto de 5 anos no município de Imperatriz (MA) e tramar crime semelhante contra um empresário de Picos (PI). Ainda hoje, ele será encaminhado para o município maranhense.


De acordo com o delegado Adolpho Henrique Soares Cardoso, o preso também já tem passagens na polícia por homicídio e cárcere privado, tendo sido preso até pela Polícia Federal. 


Sebastião Soares é acusado de ser o mentor do sequestro de Pedro Paulo Lemes, ocorrido no dia 27 de junho de 2012. O garoto de 5 anos foi solto no dia 10 do mês seguinte, no Tocantins, após pagamento de R$ 500 mil de resgate. As polícias do Piauí e Maranhão atuam em conjunto na investigação do caso desde então. 

Com parte desse dinheiro - R$ 30 mil -, Sebastião Soares teria adquirido o sítio no município de Francisco Macedo (PI), onde foi preso durante a madrugada. Com ele também foram achados cerca de R$ 5 mil a R$ 6 mil. 


Desde o sequestro, o acusado teria se refugiado no sítio e só saia de madrugada, em função de sua imagem como procurado pela polícia ter sido divulgada nacionalmente. 

O sítio em Francisco Macedo, distante 90 quilômetros de Picos, seria a base de apoio para a quadrilha que iria sequestrar um empresário da região neste fim de semana. A polícia apurou que a equipe viria de Araripina (PE) e não comprovou se pessoas de Picos também atuariam com Sebastião.

 

Sem voz
Apresentado para a imprensa, Sebastião Soares ficou calado por não conseguir falar.