quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Pura realidade!

Fonte: http://www.diariosp.com.br

No Maranhão a situação não é diferete. Número reduzido de escrivães, excesso de trabalho, falta de condições ou condições insuficientes e necessárias para realização do trabalho na sua melhor forma.  Toda esta situação implica em outras ainda piores, quase sempre comprometendo o estado fisico e psicológico do profissional, quase sempre penalizado por uma situação, que de forma alguma É causada por ele. As situações são as mais diversas para caracterizar a situação de escravidão e de descaso. O próprio assédio moral tem sido comum, embora, como é da sua natureza, bastante mascarado, nesse lamentável quadro diagnosticado.  O que fazer para mudar essa situação ?! No minimo expo-la, sem medo, atitude que já nem tenho tido coragem de cobrar de ninguém diante das sempre e comuns soluções dada a toda essa situação. LAMENTÁVEL !!!!!!!!!!!!!!!!!! E assim o que é reinvindicação de classe, tem se resolvido de modo particular. A depender da consciência/competência de com quem trabalha o profissional a situação pode ser ainda pior.