quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

(...)

Violência doméstica ainda é maioria na zona rural de Açailândia


Mesmo procurando seus direitos, mulheres vítimas da violência doméstica ainda convivem diariamente com o medo de uma nova agressão. Em Açailândia, a maior parte das denúncias de crimes contra mulheres acontece na zona rural.

Depois de 20 anos casada, a dona de casa Ivanilde de Jesus disse que não consegue seguir a vida normalmente. Com dificuldade na fala por conta das agressões, ela conta que sofre ameaças do ex-companheiro e da família dele.

Na Delegacia da Mulher da cidade, são muitos os casos de violência contra a mulher. As vítimas nem sempre têm coragem de se expor mais. Uma vítima, que preferiu não mostrar o rosto, também veio em busca de ajuda. "Eu ainda estou fora de casa por medida de segurança. Eu tô aqui agora qurerendo ajuda e proteção tanto para mim quanto para os meus filhos", contou.

Em Açailândia, os registros de violência contra mulheres revelam que a maioria das vítimas está na zona rural do município. "[Isso acontece] em virtude desta cidade ter bastante assentamentos que contribuem para que o pessoal da zona rural. Quando a gente tenta localizar esse agressor, ele tem facilidade de entrar na mata e dificulta a captura", explicou a delegada Clenir Reis.
 
Fonte: http://www.jornalcorreiopopular.com