sexta-feira, 19 de outubro de 2012

CABO DA PM ACUSADO DE MATAR SECRETARIO É JULGADO E ABSOLVIDO.

Sob a presidência da juíza Cristiana de Sousa Ferraz Leite, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Imperatriz, foi realizado na última quarta-feira (17) o julgamento do policial militar do Pará, Paulo Sena Aleixo, o Cabo Aleixo, como também é conhecido. O Cabo Aleixo foi julgado sob a acusação de ter sido o autor dos disparos de arma de fogo que mataram o secretário de meio ambiente do município de São Pedro d’Água Branca, Osmar Luna Peixoto, fato ocorrido no dia 9 de setembro de 2007, no centro de Imperatriz. Osmar Luna Peixoto estava colocando o carro na garagem da casa onde morava, localizada na Rua Iracema, no centro da cidade, quando foi surpreendido por dois homens que chegaram ao local em uma motocicleta já atirando. Osmar Luna foi atingido por vários tiros e morreu instantaneamente. O caso foi investigado pela delegada Nilmar da Gama, que apontou o Cabo Aleixo como sendo a pessoa que teria desferido os tiros que mataram Osmar Luna. De acordo com a delegada, a mando do então prefeito de São Pedro d’Água Branca, Idelzio Gonçalves de Oliveira, o Juca, e a mulher dele, Edilene Pereira do Nascimento, que chegaram até a ser presos, mas foram colocados em liberdade através de habeas corpus. O Cabo Aleixo foi preso na cidade de Rondon do Pará e trazido para Imperatriz. Até o julgamento, se encontrava em uma das celas do Quartel do 3º BPM. Paulo Sena Aleixo foi absolvido por maioria de votos, por negativa de autoria, tese defendida pela defesa e aceita pelo Tribunal do Júri.
 
 Fonte: http://oprogressonet.com