quarta-feira, 14 de março de 2012

Encontro da Mulher Policial Civil

Só agora tomei conhecimento de um encontro de mulheres policiais civis que já ocorre há 23 anos no Estado de Santa Catarina. O evento tem por objetivo a integração das mulheres que atuam na corporação. Neste ano, a cidade sede do evento, que acontece de 1.° a 3 de Junho, será Joinville e de acordo com a Presidente da Associação de Mulheres Policiais Civis de Joinville, Elenita Cruz Cecyn, a expectativa é que mais de 500 policiais civis de todas as Delegacias Regionais do Estado, participem do encontro. 
Iniciativa interessante. Gostei demais !!! Excelente oportunidade de promovermos nossa integração e discutirmos tantas questões do nosso cotidiano que merecem atenção e solução. Quem sabe não pensamos um momento como esses para nós aqui no Maranhão. Afinal, a gente existe, não só na matricula, mas na luta do dia dia, com todos os sabores e dissabores que é ser policial civil mulher, embora muito frequentemente queiram nos fazer parecer invisiveis, principalmente se esta policial mulher é do interior, ai então...  Se tem diferença entre ser uma policial civil mulher no interior ou na capital ?!  Que você acha ? 

QUE VENHA NOSSO ENCONTRO ENTÃO ...    

DISQUE DIREITOS HUMANOS - DISQUE 100



Disque Direitos Humanos – O Disque Direitos Humanos, ou Disque 100, é coordenado pela SDH/PR,  com apoio da Petrobras, que funciona 24h nos sete dias da semana. A ligação é gratuita e pode ser feita a partir de qualquer região do Brasil, de telefones fixos ou celulares. Ao longo de 2011 o Disque fez 866.088 atendimentos e recebeu 82.281 denúncias de violações dos direitos de crianças e adolescentes. Todas foram encaminhadas às autoridades locais competentes. Desde maio de 2003, quando o serviço entrou em funcionamento, foram realizados mais de 3 milhões de atendimentos e recebidas 227.427 denúncias

Fonte: http://www.sedh.gov.br/

SDH/PR firma parceria com Escola de Formação de Magistrados do Trabalho para a Erradicação do Trabalho Escravo

A ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), e o ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Aloysio Corrêa da Veiga, diretor da Escola Nacional de Formação e aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (ENAMAT), firmaram nesta terça-feira (13), em Brasília (DF), acordo de cooperação para formalização de parceria entre os Poderes Executivo e Judiciário no combate ao trabalho escravo. A cerimônia aconteceu na ocasião da 11ª edição do Curso de Formação Inicial de Magistrados do Trabalho. Maria do Rosário destacou a importância dos juízes que ingressam na magistratura trabalhista levarem consigo os valores democráticos e de Direitos Humanos. “Ao formar magistrados para atuação no combate ao trabalho escravo, estamos reforçando os elos para a liberdade”, explicou. A ministra ressaltou ainda que uma das maiores prioridades da SDH/PR é a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 438, que prevê a expropriação e destinação para reforma agrária de propriedades onde for flagrado trabalho escravo.  O acordo prevê ações conjuntas relacionadas à difusão de conhecimentos e experiências práticas direcionadas à prevenção e ao enfrentamento do trabalho escravo e forçado no país. O termo reforça também a possibilidade de maior exposição do tema entre os Magistrados do Trabalho, com a realização de eventos e cursos conjuntos, formatação de material específico e participação da SDH/PR em eventos da ENAMAT. O cordenador-geral da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo, José Guerra, participou desta edição do curso na mesa redonda “Desafios do Combate ao Trabalho Escravo Degradante”. Ele falou sobre o conceito de trabalho escravo contemporâneo e informou que as áreas de maior incidência são os estados do Pará, Mato Grosso do Sul e Goiás. “Os principais setores econômicos envolvidos nessa prática são os de colheita de cana-de-açúcar e as carvoarias”, disse. A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento dos Magistrados do Trabalho é responsável pela formação inicial e continuada dos magistrados do Trabalho em todo país. Aproximadamente 80 juízes-alunos de todo o Brasil participam desta edição.

domingo, 11 de março de 2012

PIPULA DO DIA SEGUINTE


 Fonte: http://www1.folha.uol.com.br

MILHÕES DE CHINESAS CASAM COM HOMOSSEXUAIS

 Na base da decisão por parte das mulheres está a possibilidade de terem filhos ou questões relacionadas com pressões vindas da família. Segundo um estudo, grande parte só sabe da preferência sexual do companheiro depois do casamento.

Cerca de 16 milhões de mulheres chinesas aceitaram se casar com homossexuais chineses por pressão familiar porque, segundo os valores tradicionais das famílias chinesas, 90% dos homossexuais se casam, de acordo com um estudo publicado nesta sexta-feira, 3, no portal "China.org.cn". Segundo estudo, as mulheres precisam carregar o peso de aceitar casar com homossexuais. 
O sexólogo Zhang Beichuan, especialista em temas sobre HIV da Universidade de Qingdao e autor do livro "Amor Homossexual" (1994), disse ao portal que estas mulheres estão expostas a contrair HIV, além da insatisfação sexual. Elas também precisam carregar o peso de aceitar que seus maridos sejam homossexuais, "e lutam para aguentar uma situação que deveria ser reconhecida", afirmou Zhang. Sites chineses como o "Terra das Esposas de Gays" e "Esposas de Gays em Ação", entre outros, oferecem serviços legais e psicológicos a todas as mulheres casadas com homossexuais. Xiao Yao, criadora do primeiro site, com 1.200 usuários cadastrados, explicou que o objetivo de seu portal é fornecer apoio às mulheres que se sentiram enganadas, "o que lhes tira a confiança em si mesmas e cria o medo de que o fato seja descoberto pelo resto da sociedade". A idealizadora do site, que se divorciou de seu marido homossexual em 2008, afirmou que as mulheres que consultam sua página têm entre 20 e 60 anos. "Algumas se deram conta do engano porque seus maridos não queriam ter relações sexuais ou porque após terem filhos começaram a ser rejeitadas, enquanto muitas só souberam da orientação de seus parceiros após muitos anos de casamento", acrescentou.

Xiao concordou com Zhang ao dizer que há pelo menos 16 milhões de mulheres chinesas casadas com homossexuais. "Outra razão pela qual eles buscam se casar é para ter filhos, o que só pode ser feito segundo a tradição chinesa, ou seja, casando. Espero que isso deixe de prejudicar tantas pessoas inocentes", concluiu.
 Na China, a homossexualidade foi considerada uma doença mental até 2001, quando começaram a surgir clínicas particulares para tratar aqueles que quisessem mudar de orientação. Os tratamentos que supostamente "curam" a orientação sexual com o uso de remédios, e que na década de 1950 consistiam em usar descargas elétricas, são considerados uma fraude tanto pela comunidade homossexual chinesa quanto pelos sexólogos, pois o custo de meia hora de tratamento é de US$ 46. 

Fonte: www.estadao.com.br

ESTUPRO DE VULNERÁVEL, DESTA VEZ ACONTECEU EM SOROCABA(SP)


A mãe da menina de 12 anos que foi estuprada por cinco colegas de escola, em Sorocaba, a 107 km de São Paulo, está transtornada. A mulher de 32 anos, assim como o marido, revela que recebeu ameaças dos familiares dos adolescentes responsáveis pelo estupro - que ainda foi filmado e o vídeo postado na internet. Juntando forças para apoiar a filha, a mãe desabafou ao Terra. "Metade de mim morreu com o que houve com minha filha. A outra metade está viva apenas para tentar resolver essa situação. Está muito difícil para nossa família passar por tudo isso, não sabemos mais o que fazer."
A mãe disse que a decisão de tirar a menina da escola foi dela. "Minha filha está sofrendo bullying. Depois de tudo que ela passou, estava sendo mais humilhada", explicou. "Matriculamos ela em uma escola do outro lado da cidade, longe de tudo isso", disse.
Segundo a mãe, a menina iniciou tratamento psicológico depois do abuso sexual. "Ela quer mostrar que está bem, mas é apenas uma criança, que foi vítima de um crime. Nós queremos justiça. Queremos punições", finalizou. Como o estupro teria sido praticado por adolescentes - todos com idades entre 15 e 17 anos -, o caso é conduzido pela Delegacia da Infância e Juventude de Sorocaba.


De acordo com a Polícia Civil, o crime teria acontecido em dezembro do ano passado, mas a garota contou para a família apenas nesta semana, depois que um vídeo do estupro foi divulgado na internet. Após ter ido à delegacia com a filha e feito a denúncia contra os cinco suspeitos, o pai da vítima afirmou ter recebido ameaças. "Os pais de dois desses garotos vieram ao portão da minha casa me ameaçar, quiseram tirar satisfação, mesmo depois da atrocidade que foi feita com a minha filha", disse indignado. "Também recebi um recado, através de uma pessoa que nem conheço, que irão destruir todo meu comércio e que irão me pegar, porque fui à delegacia."
Segundo o pai da vítima, a menina contou que o estupro não aconteceu apenas uma vez - ela teria sido abusada pelos rapazes em três oportunidades. "Ameaçavam ela, que se não fizesse o que eles queriam, iriam inventar coisas sobre ela para nós. Não foi só uma vez não, foram três vezes e ela aguentou quieta e sozinha", disse. "E depois eles espalharam o filme que fizeram por todo o bairro, para todos da escola. Ela foi ofendida de cachorra e coisas muito piores pelas pessoas que assistiram a esse vídeo", completou.






NO AMAPÁ, DELEGADOS COBRAM CUMPRIMENTO DA LEI ORGÂNICA

Com mais de vinte anos de polícia, delegados da classe especial estão sendo transferidos para o interior

Delegados de polícia cobram cumprimento de Lei Orgânica. Com mais de vinte anos de polícia, delegados da classe especial estão sendo transferidos para o interior. Os delegados de polícia que fazem parte do grupo especial marcaram para a próxima semana uma assembleia geral com a categoria para discutir a suposta quebra de hierarquia dentro da entidade. Os delegados afirmam que o desrespeito com os mais antigos vem acontecendo desde o ano passado. Hoje, cerca de 46 profissionais de polícia fazem parte desta categoria e a situação vem se tornando insuportável pelo fato dos delegados com mais de vinte anos de casa estarem sendo deslocados para delegacias do interior ou colocados para tirar plantões, funções que deveriam estar sendo exercidas pelos delegados mais novos. Segundo os delegados, apesar da Polícia Civil não ser um órgão militar, a hierarquia deve ser respeitada como acontece com todos os Poderes. “Imaginem um juiz substituto ficando na cidade, enquanto que um desembargador é transferido para o interior. Na verdade isso não acontece. O certo é o inverso. Na Civil isso também está na nossa lei orgânica. Basta apenas que seja cumprida”, exemplificou um dos delegados.

Fonte: http://www.jornaisdehoje.com.br (Jornal do Dia)

PEDALADA PELADA


 
Ciclistas nus ocuparam a avenida Paulista, no centro de São Paulo, na noite desde sábado na "Pedalada Pelada", ato que pede respeito e segurança aos usuários de bicicleta. Eram quinze pelados (alguns também mascarados e pintados) às 20h, horário em que o evento estava marcado para começar, de um total de 100 participantes. Quem não estava nu vestia sunga, biquíni ou calções. Uma faixa da avenida Paulista ficou ocupada pelo grupo, no sentido Paraíso. A Polícia Militar monitorou a pedalada. A concentração dos manifestantes foi na praça do Ciclista, na esquina da avenida Paulista com a rua Consolação. A morte de Juliana Dias, 33, cicloativista atropelada por um ônibus, no último dia 2, na própria Paulista, foi lembrada.
A bióloga e pesquisadora do hospital Sírio-Libanês era de São José dos Campos (97 km de São Paulo), mas morava havia um ano em São Paulo. Ela fazia o percurso de casa, na Vila Mariana, na zona sul da capital, ao trabalho de bicicleta todos os dias, segundo os amigos. Essa foi a 5ª edição do evento em São Paulo.

Fonte: http://www.jornaisdehoje.com.br (Folha.com)

sábado, 10 de março de 2012

CURIOSA HOMENAGEM


Um homem dirige um carro com um formato de um sapato em uma estrada na cidade indiana de Hyderabad. O carro é parte de uma série de criações do designer Sudhakar Yadav para comemorar o Dia Internacional da Mulher.

 Fonte: http://www.em.com.br/app/galeria-de-fotos

ISENÇÃO DE IMPOSTOS PARA COMPRA DE VEICULOS


ISENÇÃO DE IMPOSTOS PARA COMPRA DE VEICULOS - DEFICIENTE CONDUTOR


1ª ETAPA

CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO: O portador de deficiência física deve se dirigir a uma auto-escola especializada. Se já possuir uma habilitação comum, deve-se renova-la junto ao Detran de sua cidade para que conste a observação de carro adaptado ou automático. 

2ª ETAPA

LAUDO MÉDICO PARA CONDUTOR: O portador de deficiência física deve obter este documento no DETRAN, nele o médico irá atestar o tipo de deficiência física e a incapacidade física para conduzir veículos comuns. Neste documento estará indicados o tipo de carro, características e adaptações necessárias. 

3ª ETAPA

ISENÇÃO DE IPI E IOF: É necessário apresentar os seguintes documentos na Delegacia Regional da Receita Federal mais próxima de sua residência: 

a) Preencher requerimentos de pedido de isenção de IPI fornecidos pela Receita Federal. b) Laudo Médico e carteira de habilitação, (duas) cópias autenticadas pelo DETRAN c) (Duas) cópias autenticadas por cartório dos seguintes documentos: CPF, RG e comprovante de endereço que demonstre consumo (luz ou telefone fixo). d) 1 (uma) cópia simples das (duas) ultimas declarações de imposto de renda (ano vigente e ano anterior).Obs.: Se não for declarante; Apresentar cópia da declaração de Isento (também chamado recadastramento de CPF) ou, se for dependente, levar declaração do responsável legal.e) Documento que prove regularidade de contribuição a previdência (INSS). Ex: Holerite (destacar campo que informe o valor recolhido para o INSS), Extrato Semestral de Aposentadoria (caso esteja aposentado) ou no caso de (Autônomo, empresário e profissional liberal) declaração do INSS que demonstre recolhimento mensal chamada de DRSCI obtido pela internet no site www.dataprev.gov.br ou direto em uma agencia da Previdência Social.
Obs.: Caso não se enquadre em nenhuma das situações acima, preencher declaração sob as penas da lei de não contribuinte do INSS. Dica: Para Conseguir os requerimentos de IPI, acessar internet a página da Receita Federal (instrução normativa 607)
 
4ª ETAPA

ISENÇÃO DE ICMS (CONCEDIDA APENAS PARA DEFICIENTES CONDUTORES HABILITADOS): é necessário apresentar os seguintes documentos no posto fiscal da Secretaria da Fazenda da área de sua residência.
a) Kit de requerimento de isenção de ICMS assinado com firma reconhecida, conseguido no posto fiscal da Secretaria da Fazenda. b) 1 Laudo médico (DETRAN) original e carteira de habilitação autenticada pelo DETRAN. c) 1 (uma) cópia autenticada por cartório dos seguintes documentos: CPF, RG e comprovante de endereço que demonstre consumo (água, luz ou telefone fixo). d) Carta do vendedor, (que será emitida pela montadora que fabrica o carro escolhido). Este documento é fornecido pela concessionária onde será efetuada a compra.e) Cópia simples da última declaração de Imposto de Renda (Ano vigente).f) Comprovantes de capacidade econômica financeira: Exemplo: Holerite, extrato de poupança, aplicação ou documento do atual veículo que será vendido e usado como parte de pagamento. 

5ª ETAPA

ISENÇÃO DE IPVA (CONCEDIDA APENAS PARA DEFICIENTES CONDUTORES HABILITADOS): Esta isenção só será encaminhada quando veículo zero ou usado estiver devidamente documentado em nome da pessoa portadora de deficiência física. É necessário encaminhar os seguintes documentos no posto fiscal da Secretaria da Fazenda da área de sua residência: 

a) Preencher Kit de requerimento em 3 vias de isenção de IPVA
b) Laudo médico (uma cópia autenticada)c) 1 (uma) cópia autenticada do RG, CPF, comprovante de residência (água, luz ou telefone fixo), carteira de motorista, certificado de propriedade e licenciamento do veículo frente e verso. (Obrigatoriamente em nome do deficiente) d) 1 (uma) cópia da nota fiscal da compra do carro.(Somente para 0km).
e) Cópia autenticada da nota fiscal do serviço de adaptação do seu veículo (caso seja necessária alguma adaptação). f) Declaração que irá possuir apenas um veículo com a isenção de IPVA
Obs.: No caso de possuir mais de um veículo em seu nome, só será aceita a isenção de apenas um veículo, ficando o demais sujeito ao pagamento normal do tributo. 

Isenção de multas (referente ao rodízio): O portador de deficiência física pode rodar todos os dias com seu veículo, independente da restrição colocada a finais de placas pelo rodízio municipal. Deve-se cadastrar o veiculo ao órgão competente, evitando que as multas sejam cobradas. 
Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/

Polícia de Timon prende 10 em operação de combate ao tráfico

A Polícia Civil do Maranhão realizou na manhã deste sábado (10) uma mega operação de combate ao tráfico de drogas na cidade de Timon. No total, foram expedidos 15 mandados de prisão. “Entretanto, conseguimos dar cumprimento a dez mandados. Foram presos oito homens e duas mulheres. Os outros cinco já estão sendo considerados foragidos”, explica o chefe de investigação de plantão, Paulo Rodrigues. A operação, que recebeu o nome de Anúbis, foi planejada e conduzida pelo 1º Distrito Policial de Timon e tinha como objetivo combater o tráfico de drogas na cidade vizinha a Teresina. Mesmo assim, as prisões foram efetuadas por toda a cidade. “Os trabalhos foram iniciados por volta das 5h de hoje. Cerca de 80 policiais civis de todo o Maranhão estavam envolvidos nesta ação. A última prisão foi efetuada por volta das 8h”, conta o chefe de investigação. Colaboraram com a ação a Polícia Civil de Caxias (MA), o Grupo Tático Aéreo e agentes da Polícia de Civil, ambas da cidade de São Luís (MA). “A grande maioria já tinha passagem pela polícia e são traficantes conhecidos”, informa Paulo Rodrigues.

Fonte: www.cidadeverde.com

CORRUPÇÃO PASSIVA

Comete corrupção passiva o funcionário público que solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função, ou antes, de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem (artigo 317 do Código Penal).
São três as ações previstas: SOLICITAR (pedir); RECEBER (aceitar, entrar na posse); ACEITAR PROMESSA (anuir, concordar com a proposta).
Imaginem a seguinte situação:

Nas dependências da Delegacia de Polícia de Espinhaço da Gata, Tício e Mévio, em comunhão de esforços e propósitos, solicitaram e receberam, para si, vantagem indevida, consistente na importância de R$ 500,00, em dinheiro, diretamente de Manoel, em razão da função de policiais civis, porquanto encontraram e recuperaram a camioneta marca GM/D 20 placas XXX 0000, de propriedade deste, que havia sido furtada, no Município de Espinhaço da Gata.
Na oportunidade, os policiais telefonaram várias vezes para Manoel após a recuperação do veículo, solicitando uma “recompensa” pelo fato de terem encontrado a camioneta. Posteriormente, quando da restituição do veiculo, Manoel entregou a importância supracitada aos policiais, que receberam o dinheiro em razão da atividade desenvolvida.
Verifica-se que Tício e Mévio, na função de policiais civis, solicitaram, receberam e aceitaram promessa de vantagem indevida, consistente em quinhentos reais em dinheiro, aproveitando-se do fato de serem policiais civis que exerciam suas funções na Delegacia de Polícia de Espinhaço da Gata, atuando na recuperação de automóveis furtados, como, no caso, da D-20 de propriedade de Manoel.

Em realidade, cometem o crime previsto no artigo 317 do Código Penal, os policiais civis que, em razão da função, solicitam e recebem dinheiro do proprietário de um veículo furtado que foi recuperado. Assim sendo, não há dúvidas quanto a real responsabilidade de Tício e Mévio pela prática da CORRUPÇÃO PASSIVA.

A CONDENAÇÃO SERÁ, POIS, INEVITÁVEL. PELO MENOS É O QUE A GENTE DESEJA E ESPERA!

Mulheres ficarão com imóvel do Minha Casa, Minha Vida em caso de divórcio

A ÚNICA EXCEÇÃO SERÁ QUANDO O HOMEM TIVER A GUARDA EXCLUSIVA DOS FILHOS - NESTE CASO , É ELE QUEM TERÁ DIREITO A FICAR COM O  IMÓVEL.

A presidente Dilma Rousseff vai mudar as regras do programa Minha Casa, Minha Vida para beneficiar as mulheres. Em caso de financiamentos para famílias com renda de até três salários mínimos, quando houver divórcio ou dissolução da união estável, a casa ou apartamento financiado ficará com a mulher. A regra foi fixada em uma Medida Provisória assinada pela presidente Dilma e publicada ontem, em edição extra do Diário oficial da União.
MUDANÇAS - Pela proposta, nas situações em que o casal tiver  filhos e a guarda for exclusiva do pai, a mulher não terá direito de ficar com o imóvel. Se a guarda dos filhos for compartilhada, é a esposa que manterá a residência. A nova regra valerá apenas para a faixa de beneficiários com renda de até três salários mínimos, grupo que tem a compra subsidiada integralmente pelo governo federal. Essa é a parcela da população que mais depende de dinheiro público para ter acesso à moradia própria, uma vez que não tem renda suficiente para tomar financiamento bancário. Em mudanças aprovadas no ano passado, o governo já havia determinado que a casa ficasse preferencialmente no nome da mulher. O Minha Casa, Minha Vida foi criado pelo governo federal para incentivar a construção de imóveis para famílias de baixa renda no País. A nova regra de propriedade valerá para casos de divórcio e de dissolução de união estável.

PELO BRASIL FLAGRANTES CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Dentre outras violências domésticas que não foram notificadas, a vitima do seu companheiro dessa vez foi R.V.S, e o fato aconteceu na cidade de Dourados-MS. A vitima, de 30 anos foi espancada pelo companheiro, a pauladas especialmente na cabeça.  O crime foi percebido por populares que ouviram a discussão, gritos e pedidos de socorro. Eles acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que mandou a Equipe Bravo. A agressão resultou em fraturas e traumatismo craniano. A vitima está internada em estado grave. O marido dela, acusado das agressões, está foragido. O homem, quando preso, poderá ser autuado em flagrante enquadrado na Lei Maria da Penha.


Maria da Penha
Conhecida como Lei Maria da Penha a lei número 11.340 decretada pelo ex-presidente do Brasil Lula em 7 de agosto de 2006; proibe agressões físicas contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar. A lei|entrou em vigor no dia 22 de setembro de 2006, e já no dia seguinte o primeiro agressor foi preso, no Rio de Janeiro, após tentar estrangular a ex-esposa.
A Lei cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá outras providências.
Não deixe que crimes como esse aconteçam perto de você. DENUNCIE!

CAMPANHA ESPANHOLA DA COCA-COLA: IMPERDIVEL

CRIMES DE ESTUPRO

PM PRESO ACUSADO DE PRATICAR VÁRIOS ESTUPROS - As ocorrências de crimes de estupro não param. A todo momento surgem novos casos e quando a gente pensa que nada mais surpreende, somos surpreendidos com fatos que só nos levam a acreditar que ainda não vimos o pior.  De PM tocador de violino a criminoso. Autor de vários crimes, um sargento da Polícia Militar de Minas Gerais, 17 anos de corporação foi preso nesta quinta-feira (8) suspeito de envolvimento em oito casos de estupro de mulheres em Belo Horizonte e em cidades da região metropolitana da capital mineira. Das oito supostas vítimas, cinco mulheres já reconheceram o acusado por meio de fotos. O militar, que toca violino na orquestra sinfônica da corporação e não teve o nome divulgado, está detido no 18º Batalhão de Contagem (MG), por conta de mandado de prisão preventivo expedido por magistrada da Vara Criminal de Inquéritos da Comarca de Belo Horizonte, a pedido do Ministério Público. Entre as supostas vítimas dele há pessoas com grau de parentesco com policiais militares.  
Em Barueri(SP) um homem suspeito de cometer mais de 30 estupros também foi preso. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o servente de pedreiro de 24 anos era investigado há três meses pelos crimes na região. Segundo a Polícia Civil, com um faca, o suspeito rendia as vítimas na Rodovia Castelo Branco, quando elas saíam para trabalhar pela manhã ou retornavam à noite. Em seguida, as levava para terrenos baldios, onde as violentava e ainda usava a arma para deixar marcas nos pescoços das mulheres. Ao menos 12 vítimas identificaram o servente como o autor do crime na delegacia de Barueri. Ele já havia cumprido pena por estupro por dois anos, em 2006. O suspeito foi levado para a Cadeia Pública de Carapicuíba, após ter a prisão preventiva decreta.
Em Serra (ES) as ocorrências de estupro também não são poucas e chocam.  Uma mulher denunciou, na manhã de ontem, na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), o ex-marido pelo estupro do próprio filho de apenas 3 anos de idade.  O estupro teria acontecido no último final de semana, enquanto a criança estava sob a guarda do pai, que é separado da mulher. A mãe da criança disse que o menino voltou para casa com um comportamento estranho e queixando-se de dores abdominais.  Na delegacia, o menino foi ouvido por uma psicóloga e contou, com riqueza de detalhes, o que aconteceu, não deixando dúvidas para os policiais sobre o estupro. "Até a maneira dele brincar com os bonecos mudou", disse a mãe, inconformada.
No estado da Paraiba os números de estupros já superam números de 2011.                         
Não só os números de assassinatos de mulheres na Paraíba que preocupam as autoridades e representantes do movimento de mulheres na Paraíba. É importante ressaltar que a violência sexual é comumente considerada como um crime cometido nas ruas, mas grande parte dos abusos e violência é cometida dentro de casa, seja pelo parceiro, parentes, ou pessoas próximas à família e é cometido contra crianças e adultos. Por isso, nem todos os casos são denunciados ou registrados. O que leva a crer que os números não correspondem a realidade. Em 2010, uma revisão do Código Penal igualou a tipificação dos crimes de estupro e atentado violento ao pudor, no artigo 213 da lei 1205/09 e ampliou a pena pelo crime e seus agravantes, o que não influenciou diretamente a estatística, nem diminuiu a sua incidência. É importante lembrar que as Polícias Militar e Civil contam com a ajuda da população para combater esses crimes e tentar prevenir futuras ocorrências. O número é 190 e a identidade do cidadão é mantida em absoluto segredo

No MARANHÃO a incidência desse crime é grande. As crianças integram grande parte da estatistica dessa pratica criminosa. Mesmo diante de tantas prisões realizadas esse é um crime cometido com uma habitualidade cada vez maior. Pais e padrastros tem sido autores de muitos desses crimes. A sociedade mais consciente e intolerante a esse tipo de crime tem denunciado e ajudado a policia a investigar e prender os autores. Por isso não se cale, DENUNCIE!

sexta-feira, 9 de março de 2012

MANDADO DE PRISÃO CUMPRIDO

Em cumprimento ao Mandado de Prisão expedido pelo Juiz ROBERTO DE PAULA, titular da 2ª Vara Criminal desta comarca, sob acusação de ter estuprado a própria filha V.M.L, 12 anos, foi preso e encontra-se custodiado no 1º DP de Bacabal/Ma, ANTONIO FERREIRA DA SILVA, 64 anos, morador do povoado Campo Redondo, zona rural de Bacabal/MA.  Como esse é apenas mais um dos casos investigados pela DEAM na pessoa da Delegada Clenir Reis, outros mandados devem se cumprir nos próximos dias.






Ainda foragido TITA VASCO, também acusado de estupro. Qualquer informação ligar 3621 1025 ou 3621 1082