sábado, 11 de fevereiro de 2012

Preso denuncia violência sexual dentro de cela


Um detento da Casa de Custódia de Teresina foi ao 10º Distrito Policial (Bela Vista, zona Sul) registrar queixa por ter sido vítima de violência sexual no presídio de Teresina. O crime teria ocorrido dentro de uma cela no pavilhão B, que estaria no momento com cerca de 18 presos. J.S.P. informou em depoimento que os detentos se revoltaram após ele ter entregue um telefone celular a agentes penitenciários durante uma vistoria. O preso, que mora na zona Sudeste e foi detido há cinco meses por assalto, relatou ter sido levado para o banheiro, onde colegas de cela teriam colocado uma camisinha em um cabo de vasssoura para violentá-lo sexualmente. Depois, ainda usaram garrafas plásticas para espancá-lo. As lesões precisam ser constadadas em exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal. 

J.S.P. foi levado para a delegacia por dois policiais, com ofício do diretor da Casa de Custódia, capitão Dênio Marinho, autorizando a saída para o depoimento. O preso declarou que escapou da morte e tem sorte de estar vivo. 
 Em 2011, quatro presos foram assassinados dentro da Casa de Custódia, além dos casos de detentos feridos em brigas internas. Sacos plásticos e pedaços de ferro arrancados das estruturas do presídio são usados nas agressões.