segunda-feira, 28 de novembro de 2011

DADOS DA CENTRAL DE ATENDIMENTO A MULHER


De janeiro a outubro de 2011 houve 530.542 ligações
Nesse período, foram registrados 58.512 relatos de violência contra a mulher. Desse total, 35.891 foram casos de violência física. 14.015 de violência psicológica. 6.369 de violência moral. 959 de violência patrimonial. 1.014 de violência sexual. 264 de cárcere privado e 31 de tráfico de mulheres. Segundo a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, responsável pelo serviço, um dado que chama atenção é que as violências moral e psicológica representaram, juntas 34,9% das ligações em 2011.

Perfil das mulheres
A maior parte das mulheres que entrou em contato com o Ligue 180 e que também é vítima da violência tem de 20 a 40 anos (26.676), possui ensino fundamental completo ou incompleto (16.000), convive com o agressor por 10 anos ou mais (40%) e 82% das denúncias são feitas pela própria vítima. O percentual de mulheres que declaram não depender financeiramente do agressor é de 44%. E 74% dos crimes são cometidos por homens com quem as vítimas possuem vínculos afetivos/sexuais (companheiro, cônjuge ou namorado). Os números mostram que 66% dos filhos presenciam a violência e 20% sofrem violência junto com a mãe. Os dados apontam que 38% das mulheres sofrem violência desde o início da relação e 60% delas relataram que as ocorrências de violência são diárias.

Sobre o Ligue 180
A Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 é um serviço de utilidade pública de emergência, gratuito e confidencial, que funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive finais de semana e feriados, a partir de qualquer aparelho telefônico. Seu objetivo é que a população brasileira, principalmente as mulheres, possa se manifestar sobre a violência de gênero e obter informações sobre a Lei Maria da Penha. O serviço presta seu atendimento com foco no acolhimento, orientação e encaminhamento ao diversos serviços da Rede de Atendimento à Mulher em todo o Brasil.
Fonte: http://www.agenciapatriciagalvao.org.br/