quinta-feira, 21 de setembro de 2017

:-D


Olha ai BRUNO AVELAR, só falcatrua ...

Polícia Civil do DF desarticula esquema de 'pirâmide financeira' que movimentou R$ 250 milhões


A Polícia Civil do Distrito Federal deagrou, na manhã desta quinta-feira (21), a megaoperação "Patrik" para prender 13 suspeitos de envolvimento em um esquema de "pirâmide nanceira" no DF e em Goiânia. Segundo as investigações, a organização criminosa movimentou R$250 milhões a partir de investimentos de 40 mil pessoas em uma moeda virtual falsa, a Kriptacoin. Até a publicação desta reportagem, a polícia havia confirmado a prisão de dois suspeitos em Vicente Pires. A Justiça também expediu 18 mandados de busca e apreensão no DF e na capital goiana. Três empresas são alvo da operação, entre elas a Wall Street Corporate e Kriptacoin – criadora da moeda. O trabalho é feito pela Coordenação de Repressão a Crimes contra o Consumidor, Ordem Tributária e Fraudes (Corf) em conjunto com a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor (Prodecon), do Ministério Público do DF.

O esquema De acordo com as investigações, o esquema começou a ser articulado no final do ano passado e se consolidou no DF em janeiro de 2017. Os integrantes da organização se passavam por executivos e prometiam altos rendimentos com o negócio, com ganho de 1% ao dia sobre uma moeda virtual falsa – o resgate do saldo só poderia ser feito após um ano.

As apurações também revelaram que o esquema funcionava com divisão de tarefas e que contava com falsificadores de documentos. Além disso, as três empresas que vendiam o serviço, alvo da operação estão, em nomes de "laranjas", cujo o patrimônio declarado não condiz com as movimentações financeiras. A polícia descobriu, ainda, uma lista com cerca de 20 nomes falsos que eram utilizados pela quadrilha. As aplicações eram feitas pela internet por meio de uma plataforma digital, mas os depósitos eram feitos em contas correntes.

Fonte: G1DF

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

LULA é réu pela sétima vez acusado de corrupção para aprovação da MP 471


MP 471 - Prorroga incentivos fiscais a montadoras instaladas no Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

O Juiz Vallisney Oliveira afirma em sua decisão que tornou Lula Réu na sétima ação penal este ano, que há elementos suficientes para a abertura de uma ação penal. Para o magistrado, está“demonstrada a plausibilidade” das alegações contidas na denúncia em face da “circunstanciada exposição dos fatos tidos como criminosos” e a “descrição das condutas em correspondência aos documentos” levantados no inquérito da Polícia Federal. 

“preconceito não, pós-conceito! É feia igual a você”

 INTOLERÂNCIA, VIOLÊNCIA E CRIME

Após participar de um ensaio fotográfico nu, realizado no início deste mês, e divulgar o resultado nas redes sociais, a estudante e Miss Beleza Negra 2016, Ediane Caetano, de 21 anos, sofreu ataques racistas de internautas no Acre. As ofensas, feitas por meio de comentários na publicação da jovem, começaram pouco depois de o trabalho ser divulgado na mídia.

“Sou obrigado a achar negra dos cabelos de bucha uma lindeza!!”; “Que mulher horrível”. Essas foram algumas das frases pejorativas destinada a jovem em uma página no Facebook. Após saber das ofensas, a estudante registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) e ingressou com uma ação cível contra o internauta.

Ela soube dos ataques somente no dia 11 deste mês, mas eles vinham sendo feitos em dias anteriores. Nas imagens, é possível ver que outros internautas defendem a miss.

“Recebi muitos comentários positivos, mas também vieram os negativos, quando fui hostilizada. Me agrediram de forma brutal. Nunca fui atrás de confusão com ninguém, jamais humilhei ninguém para conseguir o que quis. Fiquei chocada. Mesmo após 130 anos de abolição da escravatura, ainda existe gente com pensamento racista. É inadmissível lidar com essa intolerância no século XXI”, lamenta Ediane.

A miss conta que recebeu apoio de diversas pessoas que condenaram os ataques racistas. Mas, mesmo assim, um dos internautas que desferiram as ofensas continuou com os insultos.

Mesmo advertido por outra pessoa de que estava praticando preconceito, o rapaz afirmou: “preconceito não, pós-conceito! É feia igual a você”. Ediane enfatiza que mesmo com a dignidade ferida, ela não deixou com que as agressões tirassem a coragem de enfrentar a situação constrangedora.

“Fiz esse ensaio para quebrar qualquer tipo de preconceito. Para que as pessoas se aceitem do jeito que são. Não vou baixar a cabeça, é por isso que existe preconceito hoje, porque as pessoas não lutam pelos seus direitos, mas vou lutar pelo meu. Como mulher, mãe e negra me senti ofendida, justamente pelo momento que estou passando [a gravidez]”, enfatiza a universitária.

Ediane conta ainda que ficou abalada com a situação que classifica como inadmissível. Ela lembra que o racismo ainda é recorrente na sociedade, mas que casos como o dela não são solucionados por falta de denúncia.


“Essa questão é pouco discutida, mas muito séria. Espero que se faça justiça. Não sei se, por meio da minha denúncia, vou mudar alguma coisa, mas vou confiar nas instituições”, finaliza.


Comentário depreciativo em rede social caracteriza dano moral

O juiz Juan Paulo Haye Biazevic, da Vara do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Vinhedo, condenou uma mulher a indenizar rapaz por comentário depreciativo em rede social. Ela deve pagar R$ 5 mil pelos danos morais.
De acordo com os autos, na época dos fatos o homem era acusado pelo crime de estupro de vulnerável, mas foi absolvido. A mulher teria escrito que era sua vizinha e que o mataria caso acontecesse algo com seus filhos. Também afirmou que ele era usuário de drogas.

Para o magistrado, mesmo sem acesso a nenhuma informação relevante para a determinação dos fatos, a mulher fez comentários em que ataca a dignidade do autor e exalta os leitores à brutalidade. “A acusação foi arquivada, ainda na fase de inquérito, pela falta de elementos capazes de demonstrar a existência do delito”, afirmou o juiz.

A decisão também destaca que, embora inocente, o autor da ação foi obrigado a se esconder em outra cidade para preservar sua integridade física. “Pertence ao Estado e não aos particulares o dever de punir qualquer tipo de criminoso”, declarou.

Fonte: http://www.tjsp.jus.br

Professor que atendia alunos no recreio vai receber por tempo à disposição da faculdade

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho admitiu o recurso de um ex-professor da Sociedade Educacional Tuiuti Limitada (entidade mantenedora da Universidade Tuiuti do Paraná) para condenar a instituição no pagamento de intervalo de 15 minutos em que ele ficava à disposição de alunos para tirar dúvidas.

O pedido havia sido negado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR) sob a justificativa de que o professor poderia perfeitamente se negar a atender os alunos, sem que isto implicasse em qualquer falta ou desídia de sua parte. “O período não deve ser computado na jornada de trabalho do professor, pois não representava tempo à disposição do empregador”, informa a decisão.

No recurso para o TST, o professor alegou que, embora não houvesse a obrigação de atender aos alunos no recreio, se não o fizesse isso repercutiria na sua avaliação por desempenho. Ele também apontou contradição entre a decisão do Regional e o artigo 4º da CLT, que considera como de serviço efetivo o período em que o empregado fica à disposição do empregador, “aguardando ou executando ordens, salvo disposição especial expressamente consignada”.

A ministra Kátia Magalhães Arruda, relatora do recurso do empregado, considerou devida a integração do tempo à jornada do professor. “A jurisprudência do TST é para considerar o horário de recreio tempo à disposição do empregador”, ressaltou. Quanto à questão da obrigatoriedade, a ministra disse que, por se tratar de tempo à disposição, e não de tempo efetivamente trabalhado, é irrelevante se no horário de recreio o professor era ou não obrigado a atender os alunos.

Com a decisão favorável ao pedido de integração do tempo de recreio em sua jornada de trabalho, o professor deverá receber as diferenças salariais requeridas com reflexos em outras parcelas. Mas ainda cabe recurso contra a decisão.

(Ricardo Reis/CF)


Fonte: TST

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

BURRO NA SOMBRA

Então... hoje vivo meu primeiro dia de punição. E o dia começou mais cedo. Acordei as quatro da madruga e para acalmar o pensamento que ainda gira em torno dessa absurdidade que me desce goela abaixo como quem toma sem água aquele comprimido de gosto amargo tamanho GG umas gotas de Olavo de Carvalho para concluir que como nada poderei fazer além de experimentá-la da melhor forma devo definitivamente colocar meu burro na sombra para curtir minha folga forçada. Pra começar uma boa caminhada até renovar a alma. Depois uma paradinha na Marechal de Castelo Branco para um mimo que planejo há dias. Voltarei para casa com um belo arranjo de Gardênias que me ajudará a lembrar que só devo cultivar o que é verdadeiro e exala bom perfume. Que o seu dia também seja uma beleza. Beijos ! 

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

I NA CRE DI TÁ VEL !!!

PORTARIA Nº 531/2017 - GAB/SSP/MA. 

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA, no uso de suas atribuições legais, e conforme Memo. nº 243/2017- CART.GERAL/CORREG., de 21.08.2017, 

RESOLVE: 

Aplicar pena de suspensão de 20 (vinte) dias, aos servidores abaixo, Grupo Segurança, Subgrupo Atividades de Polícia Civil, com fulcro no art. 57, da Lei nº 8.508/2006 c/c paragrafo único do art. 15 da Lei nº 8.959/09, conforme Decisão nº 012/2017 do Conselho Superior de Segurança Pública, proferida nos autos do Processo Administrativo Disciplinar nº 26/2014 - Portaria nº 172/2014 - GAB/SSP/MA.

MAT NOME CARGO 

1837111 Márcia Gardênia Alves Pereira Escrivão de Policia, Classe B, Ref. 6.
2177327 Guilherme Prazeres Lopes de Sousa Investigador de Policia, Classe A, Ref. 3

DÊ-SE CIÊNCIA, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE; SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA, EM SÃO LUÍS, 24 DE AGOSTO DE 2017. 

JEFFERSON MILER PORTELA E SILVA 
Secretário de Estado da Segurança Pública


terça-feira, 28 de março de 2017

DECISÃO JUDICIAL ANULA SINDICÂNCIA ADMINISTRATIVA DISCIPLINAR APÓS UMA DÉCADA

PORTARIA Nº 025/2017 - GAB-CORREG. GERAL/SSP/MA 

O CORREGEDOR GERAL DO SISTEMA ESTADUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, no uso de suas atribuições legais, e com fulcro no artigo 73, inciso IV do Decreto nº 28.829/2013 de 21.01.2013 e no artigo n° 72, inciso III da Lei nº 8.508, de 27.11.2006, CONSIDERANDO o Ofício n° 172/2017-SJ4ªV e em cumprimento a determinação judicial apresentada pela SECRETARIA JUDICIAL DA 2ª VARA DE FAMÍLIA/ 4ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE TIMON, sentença proferida por esse juízo no Processo n° 1059-72.2009.8.10.0060, 

RESOLVE: 


I- TORNAR NULA a Sindicância Administrativa Disciplinar n° 029/2007 e a Sindicância Administrativa Disciplinar n° 030/2007, instituídas através das Portarias n° 073/2007 - GAB/CORREG e n° 074/2007-GAB/CORREG, respectivamente, com o objetivo de apurar a falta funcional atribuída a Escrivã de Polícia Civil Maria Cleide de Carvalho, matrícula n° 1102094 e ao Agente de Polícia Civil Walter Romeu Bicca, matrícula n° 1101435. 



DÊ-SE CIÊNCIA, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Acalma, tranquiliza e harmoniza




Mensagens difamatórias geram dever de indenizar

Autora receberá R$ 10 mil pelos danos sofridos

A 8ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve sentença que condenou rapaz a indenizar mulher em razão de mensagens difamatórias disponibilizadas em aplicativo de mensagens para celular. 

A sentença, proferida pela juíza Tamara Hochgreb Matos, da 24ª Vara Cível da Capital, fixou pagamento em R$ 10 mil a título de danos morais. 

Consta dos autos que o réu difamou a autora por meio de mensagens em um grupo do qual ambos faziam parte no aplicativo WhatsApp. Ele proferiu diversos comentários negativos alegando um suposto relacionamento íntimo com a vítima.

Para o desembargador Silvério da Silva, a conduta do réu extrapolou o dever de urbanidade e respeito à intimidade, caracterizando o reparo indenizatório.

“As alegações da autora, comprovadas pelas impressões das telas de mensagens, e as afirmações de testemunhas demonstram conduta do réu que trouxe danos que fogem ao mero dissabor e simples chateação cotidiana, merecendo reparação de cunho moral.”

Fonte:  http://www.tjsp.jus.br/

Uso indevido de imagens gera dever de indenizar

Fotos foram usadas sem autorização e atribuição de créditos.
A 6ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou construtora a indenizar fotógrafo por uso indevido de imagem. A decisão fixou montante de R$ 7,5 mil a título de danos morais, além de danos materiais e serem apurados em liquidação de sentença – a empresa foi condenada, ainda, a suspender a publicação de imagens de autoria do profissional em seu site, sob pena de multa diária de R$ 1 mil, limitada a 30 salários mínimos, e a publicar errata no seu endereço eletrônico, atribuindo ao autor o crédito pelas fotografias. 

Consta dos autos que a construtora utilizou, em seu site, imagens que foram registradas pelo autor sem pedir autorização ou pagar por isso. 

O relator do recurso, desembargador Eduardo Sá Pinto Sandeville afirmou que o uso indevido das fotos gera dever de indenizar. “Mesmo que a empresa alegue ter sido utilizada imagem sem fim lucrativo, ela foi publicada em endereço eletrônico de sua propriedade, certamente porque a existência do site traz-lhe proveitos econômicos, ainda que indiretos.” 

Os desembargadores Paulo Alcides e Percival Nogueira também integraram a turma julgadora e acompanharam o voto do relator.

Jovem postou antes de morrer: ' O choro de uma mãe chega aos ouvidos de Deus'


Uma frase postada no Facebook do jovem Natanel Silva Azevedo, de 18 anos, morto com um tiro no rosto na madrugada de domingo (22), tem chamado a atenção dos internautas. Azevedo foi morto na Vila do Incra, em Rio Branco, enquanto dormia na casa da mãe.

A postagem do jovem foi à 0h16, sendo que a polícia chegou ao local do crime à 1h30 de domingo.

"O choro de uma mãe chega aos ouvidos de Deus", postou o adolescente na sua página do Facebook. Após a notícia da morte do jovem, amigos e familiares compartilharam a postagem.

O jovem dormia em uma rede, quando dois homens encapuzados invadiram a casa da mãe dele para cometer o crime. Segundo a polícia, os homens também ameaçaram a mãe da vítima para que ela não gritasse. Ainda segundo a polícia, antes de atirar, o homem teria dito: "Aqui é PCC contra CV", fazendo alusão às duas facções que atuam no estado.

Ninguém foi preso. No Instituto Médico Legal (IML), enquanto tentava liberar o corpo da vítima, um irmão do adolescente disse para a equipe da Rede Amazônica Acre que não iria falar sobre o assunto e que não sabia o que tinha acontecido. A polícia acredita que a morte esteja ligada "a um possível acerto de contas entre grupos organizados e disputa pelo local para a venda de droga".

Pois é, comecei a ler a noticia e o sentimento primeiro despertado foi de uma imensa consternação. Cheguei a pensar: Ou meu Deus, pressentiu a morte; reconheceu o chamado de Deus ! Dai segui com a leitura e sem surpresa vi que o chamado nada tem a ver com Deus; chamado do diabo mesmo atendido já que a morte do jovem parece ter se dado em virtude de seu envolvimento com o crime. Ou há quem pense diferente quando recebe a informação de que dois homens encapuzados invadiram a casa da vitima para cometer o crime com os seguintes dizeres: "Aqui é PCC contra CV", fazendo alusão às duas facções que atuam no estado.

A frase no facebook relevância alguma teria ganho se nada trágico tivesse ocorrido ao seu autor. Ganhou essa aparência de importância e repercussão toda tão somente porque morreu logo após seu compartihamento. Oh !!!!!!!!!!!!!!!!!!! Estado ilusório de importância que o facebook gera rapidamente muito bem ! 

Sabia que poderia morrer a qualquer momento, por isso postou. Bem conhecia as ameaças que sofria e no que estava envolvido. Só não imaginou, de certo, que muito cedo seria alvo de sua péssima, mas própria escolha.   

Morreu jovem porque cedo se envolveu com a criminalidade passando a ter parceiros que mal lhe orientaram. E o que lhe pareceu no primeiro momento muito legal lhe custou caro. Pagou com a vida. Só isso ! O Brasil, por exemplo, está pagando o seu preço (e bem caro!) por ter abraçado um projeto de governo safado que promoveu intencionalmente a contaminação escolar, o aumento da criminalidade e o controle da imprensa usada para nos enganar. Estamos quase perdidos! 

Foi o que me despertou a noticia !      

Com balões, moradores no ACRE fazem convite para 'aniversário' de bueiro

Os moradores do bairro do Telégrafo, em Cruzeiro do Sul, estão se mobilizando para festejar um aniversário diferente. Cansados de pedir do poder público que resolva o problema de uma cratera que existe no local há quase quatro anos, eles resolveram fazer uma espécie de reivindicação convidando a população para o aniversário do buraco, que completa quatro anos no dia 10 de fevereiro.

Morador do local há 23 anos, o autônomo Raimundo Nonato da Silva, de 45 anos, disse que a muito tempo os moradores buscam soluções na prefeitura e no governo e até agora nada foi feito.

“Não tem resposta. A prefeitura joga para o governo e o governo joga para a prefeitura e nada é feito, ninguém dorme de noite porque tem medo que caia a casa com menino, mulher e tudo”, teme.

A ideia de comemorar o aniversário da cratera partiu dele, que colocou balões de enfeite para fazer o convite aos outros moradores. “Coloquei os balões para convidar a população para o aniversário de quatro anos desse abuso. Por mim, já tínhamos quebrado essa rua para ver se eles faziam alguma coisa”, afirma.

A casa do aposentado Antônio Selestino de Souza, de 64 anos, diz que o problema iniciou com a construção do canal no bairro e até hoje permanece. “Depois que eles mexeram lá, a água vem com mais força e derruba a terra mesmo, eu e minha velhinha naquela casa em tempo de cair dentro daquele buraco enorme” disse.

Outra preocupação dos moradores, é o problema que a bueira causa. De acordo com a dona de casa Samara Matos, de 22 anos, até cobras venenosas já foram achadas nos quintais. “Aparece cobra, rato e todo tipo de imundice. Tenho dois filhos não pode ficar assim”, finaliza.


Fonte: http://g1.globo.com/

domingo, 22 de janeiro de 2017

[...


Policiais civis aposentados poderão atuar na Força Nacional de Segurança

As inscrições deverão ser feitas diretamente no sistema intranet do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública

O Ministério da Justiça e Cidadania publicou hoje (20) no Diário Oficial da União edital de seleção de policiais civis aposentados para atuação na Força Nacional na condição de colaboradores voluntários. De acordo com o texto, as inscrições deverão ser feitas diretamente no sistema intranet do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública. Os critérios para participar do processo seletivo incluem:

- ter se aposentado exclusivamente por tempo de serviço há menos de cinco anos;

- não ter sido condenado nem estar respondendo a processo nas justiças estadual, federal, eleitoral e militar;

- não estar respondendo, na instituição de origem, a processo administrativo e não ter sido punido por infração disciplinar de natureza grave nos últimos cinco anos de serviço;

- possuir, no mínimo, cinco anos de experiência em atividade operacional de polícia investigativa.

Ainda segundo o edital, a colaboração voluntária poderá ser individual ou em grupo, em ambiente fechado ou aberto, a pé ou com emprego de viaturas, nos períodos diurno, noturno ou em revezamento de turnos e sempre sob supervisão permanente.

“A atividade a ser desenvolvida pelo voluntário mobilizado será compatível com aquela em que se aposentou na instituição de origem. Em caráter geral, a colaboração se dará na região administrativa (Centro-Oeste, Norte, Nordeste, Sul ou Sudeste) do domicílio do voluntário.”

Voluntários aprovados no processo seletivo, conforme o texto, serão mobilizados de acordo com as necessidades operacionais da Força Nacional de Segurança Pública. A convocação deve acontecer no prazo máximo de dois anos a contar da data da divulgação da aprovação.

Fonte: www.diariodesorocaba.com.br

sábado, 21 de janeiro de 2017

Cabo da PM grava vídeo com chefes de facção no RN e é afastado

Comando da corporação abriu processo administrativo disciplinar. Vídeo mostra presos ameaçando rivais após matança em Alcaçuz.


A Polícia Militar confirmou na manhã deste sábado (21) que afastou das funções e abriu processo administrativo para apurar a conduta de um cabo da corporação que gravou vídeos com presos apontados como chefes de uma facção criminosa responsável pela morte de pelo menos 26 detentos de Alcaçuz. A matança aconteceu no fim de semana passado.

O vídeo, que circula pelas redes sociais, foi feito na Central da Flagrantes da Polícia Civil, em Natal, onde cinco detentos aguardam transferência para presídio federais.

Nas imagens, o policial filma três dos cinco presos que estão dentro da caceragem. Esses presos são os mesmos que, na última segunda-feira (16), foram retirados da penitenciária de Alcaçuz. Eles se dizem membros da facção PCC e aguardam transferência para um presídio federal.

"Aqui é o Primeiro Comando da Capital, 15.3.3. O Sindicato [do RN] não vai existir mais aqui no estado não. Nós vamos exterminar tudo", diz um dos presos que aparece no vídeo.

Outro detento que também aparece nas imagens fala para o Sindicato do RN parar de "oprimir a população" e de "descontar na população" a guerra que se instalou dentro de Alcaçuz. Ele ainda faz ameças de morte aos rivais.

Os presos transferidos foram Paulo da Silva Santos, João Francisco do Santos, José Cândido Prado, Paulo Márcio Rodrigues de Araújo e Thiago Souza Soares.

'Medalha de ouro'
Após ouvir os presos, o cabo virou a câmera do celular para o próprio rosto, sorriu e disse: "Aí são os caras que merecem medalha de ouro. Mas, com todo respeito, viu!".

A assessoria de comunicação da Polícia Militar, através do major Eduardo Franco, confirmou o afastamento e disse que a conduta do policial, que tem mais de 15 anos de corporação, será alvo de investigação.

Ele ressalta que o próprio comandante geral da PM no RN, coronel André Azevedo, se pronunciou dizendo que não compactua com esse tipo de atitude e determinou que seja aberto um Processo Administrativo Disciplinar. "A punição mais branda é uma advertência. Já a mais rigorosa, expulsão da corporação", ressaltou o major.

Fonte: http://g1.globo.com/rn

Polícia Civil confirma que ataques no RN têm relação com rixa de facções

Trinta e três veículos, prédios públicos e delegacias já foram alvos. Ações criminosas, a maioria incendiárias, foram registradas em 11 cidades.

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte confirmou na tarde deste sábado (21) que os ataques que vêm ocorrendo no estado, a maioria incendiários, têm relação com a rixa envolvendo facções criminosas que agem dentro e fora dos presídios potiguares. No sábado passado, quando detentos de Alcaçuz se rebelaram, pelo menos 26 presos foram mortos.
Primeiro ataque aconteceu na tarde da quarta-feira (18), quando um ônibus foi incendiado na Zona Leste de Natal (Foto: PM/Divulgação)
"Podemos afirmar que sim. Há casos que ainda estão sob investigação, mas a maioria têm relação com a crise no sistema prisional", afirmou ao G1 o delegado geral Claiton Pinho.

Em razão dos ataques, praticamente não houve ônibus nas ruas de Natal neste sábado. Pela manhã, veículos de apenas duas empresas saíram das garagens. No início da tarde, no entanto, todos foram recolhidos.

Domingo sem ônibus
De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte (Sintro-RN), neste domingo (22) nenhum ônibus vai rodar. O motivo é justamente a falta de segurança por causa dos ataques.

Assessor de comunicação da PM, major Eduardo Franco reforçou que a corporação garante a segurança dos ônibus, bem como a presença das Forças Armadas na capital auxiliará no trabalho de prevenção a ataques, mas os rodoviários preferem não arriscar.

Ataques
Até o momento, vinte e seis ônibus e micro-ônibus, cinco viaturas do governo do estado e das prefeituras, um caminhão, dois carros particulares, quatro delegacias e outros três prédios públicos foram alvos de criminosos. Não há informação de pessoas feridas. "Mais de 10 pessoas foram presas", acrescentou Claiton.

O caso mais recente foi registrado na madrugada deste sábado, mesmo após o início da atuação das Forças Armadas na região Metropolitana da capital potiguar. O alvo foi um Jeep, incendiado por volta das 4h no bairro de Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal. Segundo a Polícia Militar, quatro homens armados atearam fogo no carro. Ninguém foi preso.
Carcaças de ônibus queimados dentro da garagem de uma empresa de ônibus de Natal (Foto: Josemar Gonçalves/Reuters)
Fonte: http://g1.globo.com/

PM morre após ser baleado durante perseguição a bandidos em Belém

Suspeitos de sequestro foram perseguidos na manhã desta sexta-feira, 20. PM faz buscas por envolvidos em tiroteio que resultou na morte de soldado.

O soldado Rafael da Silva Costa, de 29 anos, do Batalhão de Polícia Tática (Bpot), foi morto na manhã desta sexta-feira (20), durante uma troca de tiros no conjunto Panorama XXI, no bairro da Cabanagem, em Belém.

O policial foi baleado na cabeça e chegou a ser socorrido imediatamente para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu.

A movimentação aconteceu no início da manhã de ontem, após viaturas da polícia militar começarem uma perseguição aos suspeitos de sequestro no bairro da Pedreira. Durante as buscas, os policiais chegaram na rua São Raimundo, próximo da rua principal do conjunto Panorama XXI, onde houve uma troca de tiros, resultando no baleamento e morte do soldado Rafael Costa.

A troca de tiros continuou até os criminosos conseguirem roubar a moto de um professor de uma academia do conjunto. "A academia abre 6h e nesse horário o professor estava chegando de moto. Eram dois homens que estavam correndo da polícia, que saiu da rua São Raimundo. Eles viram o professor chegando e tomaram a moto dele. Mas a moto tinha um dispositivo de segurança e morreu aqui na rua 8 de Julho. O professor conseguiu recuperar a moto", comentou um dos funcionários.

A informação que circulava no local era de que os criminosos eram do bairro da Cabanagem e que estavam sendo acobertados por traficantes em uma boca de fumo localizada no final do conjunto. Equipes da Rotam e 24º Batalhão estão realizando buscas por toda a área à procura de acusados.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do soldado Rafael da Silva Costa e informou que familiares e amigos do policial estão recebendo apoio psicossocial do Centro Integrado de Psicologia e Assistência Social da Corporação. O velório e enterro estão sendo providenciados pelo Fundo de Assistência Social.

A Polícia Civil já iniciou as investigações junto à Corregedoria, que também apura o caso. E informou que o irmão de um dos suspeitos foi autuado por desacato e levado para a Seccional da Marambaia, onde o caso foi encaminhado até o momento.

Fonte: http://www.ormnews.com.br/

Cadastro para indenização de famílias de presos mortos no AM tem início


A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) deu início nesta sexta-feira (20) ao processo de cadastro das famílias dos detentos assassinados nos presídios de Manaus neste mês. O procedimento, realizado para a análise as indenizações, ocorre até o sábado (21). Após o massacre de 64 detentos, acordos extrajudiciais são intermediados pela Defensoria. 

O valor do montante que será repassado às famílias ainda vai ser definido, mas ficará na casa dos cinco dígitos por preso, ou seja, no mínimo R$ 10 mil, segundo a DPE-AM.

Os atendimentos serão feitos na unidade da DPE-AM que fica na rua 24 de maio, no Centro da cidade, entre 8h e 14h. Os documentos necessários ao cadastro estão disponíveis no site da DPE-AM (www.defensoria.am.def.br).

O defensor público da 1ª Defensoria Especializada de Atendimento de Interesses Coletivos da DPE-AM, Carlos Alberto de Souza Almeida Filho, afirmou que as indenizações são devidas em função da tutela que o Estado tem sobre a guarda dos detentos.

Em março de 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o poder público poderá ser obrigado a indenizar a família de um detento que morreu dentro de um presídio caso não tenha atuado para proteger sua integridade física.

“No Brasil, a Constituição define que o único direito que é retirado do preso é a liberdade. Não se perde direito à vida e nem à dignidade. O preso, fisicamente, deveria sair da mesma forma que entrou. Lesão como ocorreu em Manaus se constitui numa grave violação aos direitos humanos”, declarou Filho, por meio da assessoria.

O defensor informou que a Defensoria Pública já se reuniu com o Governo do Amazonas, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), para tratar do processo de indenização. Disse, também, que a forma de pagamento e valores ainda são objetos de estudo.

"Essas indenizações vão seguir os padrões observados nos tribunais superiores, onde há precedentes para esse tipo. A Defensoria Pública ainda está fechando com a PGE a forma como isso vai ocorrer. Ou um termo de acordo ou um termo de ajustamento de conduta para estabelecer a procedimentalização", disse.

O defensor público indicou que a indenização poderá ser concedida de uma só vez ou com um valor menor por meio de pensão.

Mortes em cadeias
A crise no sistema carcerário do Amazonas resultou em 64 mortes desde o primeiro dia do ano. No Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) foram 56 mortos; na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) outras quatro mortes; e na Raimundo Vidal Pessoal, mais quatro assassinatos no último domingo, 8 de janeiro.

Fonte: http://g1.globo.com/am

Nova penitenciária é inaugurada em Maceió sob gestão temporária da PM

Pronta desde 2015, unidade ainda não tem empresa para administrá-la.Até que licitação seja concluída, PM fará a custódia dos presos, diz Seris.
Policiais militares vão fazer temporariamente a custódia dos presos na nova PSM, em Maceió (Foto: Hágata Christye/G1)
Presos começam a ser transferidos para a nova PSM (Foto: Hágata Christye/G1)
A nova Penitenciária de Segurança Máxima (PSM) de Alagoas que estava pronta desde 2015passa a funcionar definitivamente nesta sexta-feira (20). A inauguração em caráter excepcional foi confirmada pela Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão (Seris).

Por enquanto, a Polícia Militar fará a custódia dos presos na nova PSM por um prazo inicial de 60 dias. A medida, segundo a Seris, deve durar o tempo necessário para o processo licitatório da empresa que fará a gestão da unidade, que estava fechada até então por falta de gestora.

Inicialmente, a nova PSM recebeu 251 presos que cumpriam pena nos presídios Baldomero Cavalcanti de Oliveira e no Cyridião Durval e Silva.

A transferência começou a ser feita no fim desta manhã, por militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Radiopatrulha (RP) e Batalhão Aéreo, sob comando do coronel Neyvaldo, do Batalhão de Polícia de Guarda (BPGD).

Essa decisão foi tomada em meio a diversas ações de transferência e remanejamento de presos para evitar que houvesse confrontos entre eles, já que o país enfrenta uma grave crise no sistema carcerário, com rebeliões e mortes registradas em vários estados, inclusive em Alagoas.

A nova PSM custou creca de R$ 40 milhões e foi financiada pelo governo do estado. Até então, estavam sem uso as 700 vagas da unidade, mas no domingo (15), 240 presos que cumpriam pena no Baldomero Cavalcanti foram levados para a nova PSM. No dia seguinte, eles foram transferidos para o Presídio do Agreste.
Agentes do presídio auxiliam na transferência de presos para a nova PSM, no Complexo Penitenciário em Maceió (Foto: Hágata Christye/G1)

Fonte: http://g1.globo.com/

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

sábado, 14 de janeiro de 2017

Molho de pimenta que faz tremer, direto do Pará

Molho de pimenta com jambu.(Foto: Reprodução/TV Liberal)
Um molho de pimenta simples, mas com aquele sabor característico paraense.

Ingredientes

Um maço de jambu;
Pimenta de cheiro a gosto;
Meia xícara de azeite de oliva;
E uma pitada de sal.

A dica é usar mais flores do que as folhas de jambu. Vai tudo cru mesmo pra dentro liquidificador. Bate até misturar tudo, depois coar... E molho pronto!

Receita tem segredo especial de Dona Onete. 
A Diva do Carimbó

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

NOVOS TEMPOS, VELHAS PRÁTICAS: E O LIXO DEBAIXO DO TAPETE

Faculdade do RS suspende matrícula de alunos 
que fizeram críticas na web 
Fisma diz que avaliará conduta de nove alunos devido a mensagens ofensivas (Foto: Reprodução/RBS TV)
Uma faculdade particular de Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, suspendeu as matrículas de alunos que criticaram a instituição em uma rede social na internet. A direção diz que nove acadêmicos passarão por um procedimento administrativo por terem postado "mensagens ofensivas", mas uma estudante diz que há cerca de 20 pessoas nesta situação, e algumas temem perder as bolsas e os financiamentos do governo federal.

Carlita diz ter ficado decepcionada com a Fisma
(Foto: Reprodução/RBS TV)
Uma das postagens foi feita por Carlita dos Santos Borba, aluna do sétimo semestre de Psicologia da Faculdade Integrada de Santa Maria (Fisma). Ela diz ter escrito um texto após um professor ser demitido sem que os alunos fossem avisados. "O professor deu aula num dia e na outra semana não estava mais, com provas marcadas. Trocaram sem nos avisar. Eu achei um desrespeito, por isso fiz o desabafo", justifica.

Ela conta que, depois do desabafo, recebeu por e-mail o aviso de que teve a matrícula suspensa, mas sem uma explicação do motivo. Filha de Carlita, a advogada Lilian Borba diz ter pedido explicações à faculdade, mas não teve resposta. "Eles estão se comportando como uma criança de 12 anos que não sabe ouvir críticas", disse.

Carlita e Lilian contam que mais de 20 alunos que curtiram ou compartilharam a mensagem estão na mesma situação. Muitos têm financiamento estudantil, como é o caso de uma estudante que teme perder o benefício. "Sinto-me coagida, porque é o sonho da minha vida que está sendo ameaçado", diz a discente, que pediu para não ser identificada.

A direção da Fisma confirmou ter aberto um procedimento administrativo contra nove alunos, mas por causa de outras mensagens que seriam mais ofensivas, com palavras grosseiras, que estão no processo, mas foram apagadas das redes sociais. O diretor da instituição, Ailo Saccol, explicou ainda que o caso está sendo avaliado por uma comissão de professores, alunos e integrantes da comunidade, que analisará o parecer jurídico da instituição e ouvirá todos os estudantes.

"Eles estão denegrindo a imagem da instituição, dos professores e diretores que estão formando eles. Então eles estão denegrindo o próprio diploma", disse Saccol.

O diretor acrescentou a investigação deve ser concluída em 10 dias e que os alunos, se não forem punidos, poderão fazer a rematrícula até o dia 20 de fevereiro. A Fisma declarou também que está fazendo um recadastramento com todos os alunos que têm financiamento do Financiamento Estudantil (Fies) e bolsas do Programa Universidade Para Todos (ProUni) e do Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (Proies), a pedido do Ministério da Educação, e que a solicitação de documentos aos alunos não tem relação com as mensagens postadas em redes sociais.


Fonte: http://g1.globo.com/rs

Justiça de RONDONIA determina pagamento de salário a mais um vereador preso


A Justiça de Rondônia acatou mais um mandado de segurança e ordenou que a Câmara de Vereadores de Vilhena (RO) pague salário ao vereadore reeleito Carmozino Alves Moreira (PSDC), que está preso desde novembro de 2016 por corrupção. Segundo o judiciário, a Casa de Leis deve fazer o repasse da remuneração até a próxima segunda-feira (16).

Quem já havia conseguido o direito foi o vereador reeleito Junior Donadon (PSD). Assim como Carmozino e outros cinco vereadores, ele foi preso pela Polícia Federal (PF) no fim de 2016 e teve a remuneração suspensa.

A defesa de Carmozino argumentou que o ato de não pagar o salário ao parlamentar é ilegal, pois, segundo a legislação, em caso de indiciamento do servidor público, ele deve ser afastado sem prejuízo da remuneração.

A assessoria jurídica da Câmara informou que recebeu a determinação da Justiça na última terça-feira (10), mas ainda não foi decidido se irão acatar ou recorrer da ordem judicial.

Prisão dos vereadores

Entre outubro e novembro, sete vereadores de Vilhena foram detidos pela Polícia Federal (PF): JoséGarcia da Silva (DEM), Carmozino, Junior, AntonioMarco de Albuquerque (PHS), Jaldemiro Dedé Moreira (PP) e Maria Marta José Moreira (PSC).

As investigações apontam que os parlamentares participavam de um esquema de aprovação de loteamentos na cidade, mediante recompensa. Para os loteamentos serem aprovados, eles recebiam terrenos e quantias em dinheiro. Até o momento, a PF acredita que o grupo tenha adquirido mais de R$ 500 mil.

Após as prisões, os vereadores foram afastados dos cargos na Câmara e tiveram o salário suspenso.

Fonte: http://g1.globo.com/ro

Governo de RR autoriza concurso de 300 vagas para agente penitenciário

A governadora de Roraima Suely Campos (PP) assinou na noite desta terça-feira (10) autorização para abertura de concurso público com 300 vagas para agentes penitenciários. A medida foi tomada quatro dias após mais de 30 presos serem assassinados dentro da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, a maior unidade prisional do estado.

Segundo a gestora, o anúncio é uma resposta à "crise vivida no sistema prisional de Roraima".

“Pedimos ajuda ao governo Federal, mas também estamos fazendo nossa parte”, declarou.

Suely Campos disse ainda que o próximo passo do estado é abrir processo administrativo para contratar uma empresa para elaborar o edital e realizar o concurso.

Outro anúncio

A governadora também anunciou a construção de um presídio com recursos próprios com capacidade para 380 vagas.

Com a nova unidade prisional, o estado deverá criar ainda em 2017 mais 1433 novas vagas no sistema prisional, eliminando o déficit existente hoje e a superlotação da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, que hoje abriga quase o dobro de detentos que é capaz de suportar.

No final do ano passado, o governo federal destinou para Roraima R$ 44,7 milhões para a construção de um presídio de segurança máxima, no valor de R$ 31 milhões, com 393 vagas, e o reaparelhamento do sistema prisional.

"Além disso, o governo do Estado conseguiu, neste ano, recuperar convênios para dar continuidade à construção de um anexo da Cadeia Pública de Boa Vista, com 432 vagas, e de um presídio no município de Rorainópolis, com 228 vagas, cujas obras foram abandonadas na gestão passada", informou a assessoria do governo.

http://g1.globo.com/rr/roraima

Justiça rejeita denúncia contra ex- secretário sobre morte de Montagner


O juiz da cidade de Canindé de São Francisco (SE), rejeitou a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) para processar o então secretário de turismo da cidade, José Dimas Roque, que teria contribuído para a morte do ator Domingos Montagner. Ele se afogou após ser arrastado pela correnteza do Rio São Francisco, no dia 15 de setembro de 2016.

Para o promotor de justiça do município, Emerson Oliveira, o Dimas Roque deve ser responsabilizado por conduta delituosa exposta devido à retirada de placas que informavam à população que a área não era adequada ao banho e que oferecia perigo em razão da correnteza e de redemoinhos no local.

Com a rejeição da denúncia, o Ministério Público ainda pode recorrer ao Tribunal de Justiça do Estado. Caso a denúncia seja novamente rejeitada o caso será arquivado.

Relembre o acidente ...

Montagner morreu na tarde do dia 15 de setembro de 2016, após desaparecer nas águas do Rio São Francisco, onde foi arrastado pela correnteza. O ator tinha 54 anos e interpretava Santo em "Velho Chico", novela da TV Globo.

Ele havia gravado cenas da novela na parte da manhã. Após o término da gravação, almoçou e, em seguida, foi tomar um banho de rio, acompanhado da atriz Camila Pitanga. Durante o mergulho, não voltou à superfície. Camila avisou a produção, que iniciou imediatamente a procura pelo ator.

A atriz descreveu o acidente para a polícia. Segundo ela, os dois foram até uma pedra e mergulharam no rio. Depois, ela notou que havia muita correnteza e avisou Domingos. Eles nadaram de volta para a pedra, Camila chegou primeiro e tentou duas vezes segurar na mão do ator. Mas a correnteza o arrastou.

Segundo o delegado de Canindé do São Francisco, Antônio Francisco Filho, os atores queriam mergulhar em um local mais tranquilo. “Eles acharam que era seguro, mas, na verdade, era um dos mais perigosos para o banho. Esta é uma parte do rio em Canindé que não é comum ser utilizada pelos banhistas”, afirmou.

O corpo foi encontrado a 18 metros de profundidade e a 320 metros da margem do rio. E segundo o Instituto Médico Legal (IML), a causa da morte foi asfixia mecânica provocada por afogamento.

Fontre: http://g1.globo.com/

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Índios são presos com mais de duas toneladas de maconha, em Barra do Corda/MA

Segundo as polícias Militar e Civil, essa foi a maior apreensão de drogas da história do município
 (Foto: Divulgação / Polícia)
As polícias Civil e Militar do Maranhão apreenderam mais de duas toneladas de maconha, apreenderam armas e carros e prenderam sete pessoas na aldeia Felipe Boner, em Jenipapo dos Vieiras, distante 340 km de São Luís. A operação foi na manhã desta quarta-feira (11) e todo material foi encaminhado para a 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda. Entre os presos está no cacíque da aldeia.

As polícias informaram que a operação foi o resultado de quatro meses de investigação, que levantou informações sobre “tráfico de drogas, crimes de receptação de veículos roubados, organização criminosa, corrupção de menores na cidade de Jenipapo dos Vieiras, especialmente na Aldeia Felipe Boner”.

A ação foi assegurada por meio de mandados de busca e apreensão na aldeia, inclusive na casa do cacíque Darlan Guajajara de Sousa, de 36 anos. A polícia divulgou que o líder indígena é também suspeito de ser o líder “de todos esses ilícitos ocorridos na aldeia”. A Delegacia Regional de Barra do Corda é comandada por Renilto Ferreira.

Além do cacíque, foram presas em flagrante outras seis pessoas, todas da aldeia. Jacilene Guajajara de Sousa, Licinha Carvalho Guajajara de Sousa, Laide Carvalho Guajajara de Sousa, Erivan de Sousa Carvalho Guajajara, Ezequiel Carlos Atanazio Guajajara e Elizaldo de Sousa Carvalho Guajajara. A Polícia Civil informou que todos foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo.

Só de maconha, a operação resultou na apreensão de 2.300 kg. Foram apresentados também na delegacia três veículos (entre as quais um carro de luxo que era usado pelo cacique), cinco armas de fogo, duas prensas artesanais usadas no ‘tratamento’ do entorpecente, balanças utilizadas nos crimes e demais objetos suspeitos.

Fonte: G1MA